Queima de cerâmica, peças de seda e degustações de queijos e hidromel são atrações do Convite às Artes Milenares

Por: - 8 de dezembro de 2017
Na demonstração da cerâmica, peças serão retiradas do forno incandescentes

Neste sábado (9/12), será realizado o Convite às Artes Milenares, organizado pela Cerâmica Maringaense em parceria com O Casulo Feliz, que promove o trabalho de produtores locais. O evento é a partir das 17h30, na sede do Casulo Feliz – Avenida Prefeito Sincler Sambatti, 5704. A entrada é gratuita.

Haverá demonstração de queima de peças de cerâmica, degustação de queijos e hidromel, geleias artesanais e exposição peças de seda. Os produtos serão comercializados diretamente com os produtores.

Na demonstração será usada a técnica de raku, com a abertura de forno e conversa com os ceramistas. “O raku é uma técnica muito interessante. A finalização é mais rápida e sempre gera expectativa. A peça é retirada do forno ainda incandescente e, com fumaça e água fria, resultam uma peça única, com aspecto craquelado”, explica Silvia Sanches, responsável pelo atelier Cerâmica Cotidiano e uma das organizadoras do evento.

As peças ficam por cerca de uma hora no forno e a demonstração será iniciada às 18h. Serão várias peças e, logo após, serão colocadas à venda.

Seda e hidromel também são atrações

Além da cerâmica, haverão outros produtos sendo expostos, como peças de vestuário e de decoração. O Casulo Feliz trabalha desde 1988 produzindo peças de seda artesanalmente. Como o evento será na sede da empresa, os visitantes também poderão conhecer um pouco sobre a produção.

Para quem gosta de aproveitar comida e bebida, haverá queijos e geleias artesanais, para degustação, que também serão vendidas.

Nova tendência de bebida que vem ganhando espaço, o hidromel, conhecido como “bebida viking”, também terá espaço para degustação dos visitantes. O produto em exposição é da  Hidromel Cervantes, também de Maringá.

Mais espaço para os produtores locais

Cerâmica Maringaense é um coletivo formado por ceramistas de Maringá que se reuniram numa atividade em comemoração ao Dia do Ceramista na América Latina, em 28 de maio de 2017.

Desde então, os trabalhos do grupo têm sido no sentido de popularizar a cerâmica, tornando-a mais acessível e como um item valorizado e útil para as pessoas, além do senso comum de peças de decoração. Entre as iniciativas, estão as exposições na Feira do Parque do Ingá.

“O importante foi dar destaque a quem é daqui de Maringá, independente do que produz. Muitas vezes temos dificuldade de mostrar nosso trabalho, então criamos a oportunidade por nós mesmos e pretendemos mostrar como esses produtos são acessíveis, têm qualidade e são importantes para a cidade”, afirma Silvia Sanches.

Mais informações podem ser conferidas na página do Facebook do evento: Convite às Artes Milenares.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.