Racionais MC’s e CPM 22 tocam em festival de Maringá que espera receber mais de cinco mil pessoas no último sábado do mês

Por: - 17 de novembro de 2017
Racionais MC's / Foto: divulgação

No último sábado deste mês (25/11), o Democrático Music Festival promete oferecer oito horas de rock, rap, alto astral e boas energias. No palco estará o grupo de rap – um dos mais influentes e relevantes do Brasil – Racionais MC’s, e a notória banda de hardcore, CPM 22.

O evento é realizado pela Euphoria Eventos e começa às 17h, no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) –  PR-317, Km 5 – Gleba Ribeirão Pinguim.

Os produtores do evento estimam que mais de cinco mil pessoas comparecerão nos três setores do festival: Setor Democrático (pista), Setor Vip e Camarote. A censura é de 16 anos para dois setores e para o camarote é de 18 anos, por causa do open bar.

Além disso, fora dos palcos os participantes do festival que curtem adrenalina vão poder se divertir com slackline.

Nostalgia com CPM 22, que já ganhou um Grammy

O show da banda CPM 22 promete nostalgia e muita energia positiva. A banda composta por Badauí, Japinha, Luciano, Fernando e Phil teve inicio em 1995. Ganhou notoriedade e fez sucesso nos quatro cantos do Brasil no início do século.

A banda atingiu a marca de 180 mil cópias vendidas com o álbum “Chegou A Hora de Recomeçar”. O álbum inclui sucessos da banda que a galera curte até hoje, como as faixas “Dias Atrás” e “Não Sei Viver Sem Ter Você”.

Em 2008, o CPM 22 venceu o Grammy Latino de melhor álbum de rock brasileiro com o álbum “Cidade Cinza”.

Denúncia social marcam as canções do Racionais MC’s

Depois de quatro anos desde a última apresentação do Racionais MC’s na cidade, o grupo composto por Mano Brown, Edi Rock, Ice Blue e o dj KL Jay volta a Maringá com suas letras polêmicas, com tons de denúncia.

Racismo, preconceito, abuso de poder da polícia, crime organizado e pobreza são temas presentes nas canções do grupo, que mostra a realidade das favelas brasileiras por meio do rap, como por exemplo nas músicas: “Vida Loka”, “Negro Drama”, “Jesus Chorou” e “Diário de um detento”.

Subirão ao palco também as bandas maringaenses Cidade Verde Sounds, que há 12 anos espalha boas energias embaladas pelo raggae, e o Sollado Brazilian Groove, que pretende trazer raggae, maracatu, samba, hip-hop, dub e psicodelia em suas músicas autorais.

Ingressos variam de R$ 30 à R$ 180

No início das vendas, os ingressos puderam ser adquiridos a partir de R$ 30. Atualmente, com as vendas no terceiro e segundo lotes, os ingressos custam de R$ 50 a R$ 180.

Existem duas maneiras para se pagar meia entrada: mediante a tradicional apresentação de carteira de estudante ou, ser solidário e pagar menos doando um quilo de alimento não perecível. Sem isso, paga-se inteira.

O Setor Democrático está no terceiro lote com ingressos à R$ 50 meia ou solidário. A inteira pode ser adquirida por R$ 100.

O Setor Vip também está no terceiro lote, a meia ou solidário custa R$ 90. O ingresso inteiro é R$ 180.

E o camarote, com cerveja, água, vodka, refrigerante, suco e catuaba à vontade pode ser adquirido por R$ 150, no segundo lote.

Os ingressos estão à venda no site do Ingresso Nacional e nos pontos de venda disponíveis no evento oficial no Facebook.

Confira o mapa do festival:

Mapa do Democrático Music Festival / Arte: Agencia Euphoria

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.