Poker ao vivo? Em Maringá há um clube de referência!

Full house - poker Maringá
Compartilhar

Desde o boom do poker no Brasil com o sucesso de Felipe Mojave, Bruno Politano e André Akkari, milhões de brasileiros têm mergulhado neste fascinante jogo de cartas. Com o aumento do acesso a plataformas de poker online e a facilidade de começar a jogar, uma onda de entusiastas iniciou sua jornada no mundo do poker.

Por isso, a maior parte dos cassinos online oferecem plataformas para os usuários jogarem poker a dinheiro. Esse aumento de popularidade no online fez com que começassem a surgir também algumas salas de jogo pelo país. É nesses locais que a emoção do jogo ganha vida, oferecendo aos jogadores brasileiros a oportunidade de testar suas habilidades em um ambiente dinâmico e social. Em Maringá, há um clube que todos os fãs de poker conhecem.

O Full House Club: para amadores e profissionais

Situado na Avenida Bento Munhoz da Rocha Neto, o Full House Club é o ponto de encontro dos maringaenses que gostam de poker. Este clube organiza torneios diariamente e recebe jogadores de todos os níveis, desde recreativos a profissionais. Além disso, o clube é parceiro do BSOP Millions, o que significa que organiza um circuito onde jogadores competem por vagas no maior torneio de poker do hemisfério sul.

Em alguns dos eventos do Full House Club, estudantes universitários e mulheres têm direito a desconto no buy-in. Siga a página de facebook do Full House Club para estar a par dos próximos eventos.

É legal jogar poker ao vivo no Brasil?

Ao contrário de jogos de azar, o poker é considerado legal no Brasil, conforme estabelecido pelo parágrafo 3 do artigo 50 da lei 3.688/41, que define jogos de azar como aqueles “em que o ganho e a perda dependem exclusiva ou principalmente da sorte”, como as roletas de cassino.

O poker é reconhecido como um jogo de habilidade, como evidenciado por estudos nacionais e internacionais. Isso respalda a prática do poker como uma atividade lícita e legítima, permitindo que jogadores e grupos informais desfrutem do Texas Hold’em sem preocupações legais.


Compartilhar