Veja 10 lugares em Maringá para comer coxinha: de carne, frango, hambúrguer, mortadela, queijo, peixe, camarão, jaca e vegetais, com massa de batata, batata doce, abóbora ou mandioca

Por: - 13 de abril de 2018
Coxiburguer é destaque no cardápio do Café Cremoso (Imagem/Reprodução)
A coxinha deixou de ser só petisco de aniversário e virou um dos salgados fritos mais consumidos em panificadoras, botecos e cafeterias. De tão popular, o substantivo já se tornou adjetivo, uma gíria, para definir pessoas com poder aquisitivo e mesmo grupos sociais e políticos.Apesar da origem do salgado ser incerta, uma das versões aponta que teria surgido no Brasil. Circula na internet uma versão que ganhou mais repercussão ao ser publicada no livro "Histórias, lendas e curiosidades da gastronomia", da jornalista e pesquisadora Roberta Malta Saldanha.No relato de Roberta, que faz parte da tradição oral de Limeira, cidade no interior paulista, o filho da princesa Isabel e do conde D'Eu, teria sido criado meio isolado, em uma fazenda em Morro Azul, naquele município, porque seria portador de deficiências mentais. Isso, lá por 1870.O filho da princesa se recusava a comer qualquer coisa além de coxas de galinha fritas, mas certo dia faltou essa parte da ave.A cozinheira, então, teria feito uma massa de batata e farinha, lhe dado uma forma de coxa de frango para tapear o menino, e recheado com as sobras de outras partes da galinha. Levou o bolinho à gordura quente e pronto, estava criada a coxinha.Hoje, a coxinha deixou o formato original e ganhou outros sabores. Em Maringá, além dos recheios de carnes de boi e frango, tem coxinha de 700 gramas, recheada com doces e até uma combinação de massa de coxinha com hambúrguer.Também tem as chamadas "coxinhas saudáveis", sem carne vermelha, massa de batata doce e recheio com peito de frango desfiado.O Maringá Post listou dez lugares da cidade que servem coxinhas, das mais simples às mais inusitadas. Confira os cardápios, preços, endereços e horários de atendimento.

1 - Café Cremoso

São 19 opções de coxinha no cardápio, que vão desde dos tradicionais sabores de carne e frango, passando pelas coxinhas doces até uma combinação de coxinha com hambúrguer.A maior e mais cara coxinha do cardápio custa R$ 24,90. Recheado com  frango e catupiry, o salgado pesa 700g.Na seção coxinhas de massa de mandioca, além do clássico sabor carne (R$ 7,90), um dos destaques é a coxinha sabor filé mignon com cheddar, que sai por R$ 9,90.A cafeteria também aposta em coxinhas bem diferentes. A coxiburguer une o hambúrguer com o tradicional salgado frito. Custa R$ 16,90 e vem com 150g de burguer artesanal, cheddar, bacon e acompanhada com batata frita.Uma das opções de coxinha sem carne leva no recheio tomate seco, queijo e manjericão, a R$ 9,90.O Café Cremoso oferece coxinhas de sobremesa com sabores como churros e casadinho, por R$ 7,50. O Coxigateau, uma coxinha doce com uma bola de sorvete, é outro destaque do cardápio.Endereço: Avenida Tamandaré, 200Telefone: (44) 3222-3332Horário de atendimento: Segunda a sábado, das 7h às 20h30Página do Facebook

2 - Panificadora Fabiana

Em um ambiente de padaria, com mesas e banquetas ao redor do balcão, a panificadora oferece dois tipos clássicos de coxinha, de carne e frango, com massa de mandioca.Em média, as coxinhas têm 120g e saem por R$ 3,25. Fugindo do formato tradicional da coxinha, o sabor de carne é chamado de marajá, nome dado ao salgado em formato redondo.Endereço: Avenida Morangueira, 320, Vila Santo Antônio.Telefone: (44) 3263-3873Horário de atendimento: Segunda a sexta-feira das 6h30 às 22h30. Domingos e feriados das 6h30 às 14h

3 - Panificadora e Confeitaria Parati

Além dos bolos, tortas e do tradicional pão francês, a panificadora também aposta nas coxinhas.A coxinha de frango tem aproximadamente 190g e é feita com massa cozida. A de carne é com massa de mandioca e tem cerca de 160g. As duas opções custam R$ 5.Endereço:Avenida Luís Teixeira Mendes, 1137 Zona 4Telefone: (44) 3224-4713Horário de atendimento: Segunda à sábado das 6h15 até às 21h. Domingos e feriados das 7h até às 21hPágina do Facebook 

4 - Bread Fast

Padaria em contêiner, a Bread Fast trabalha com os dois sabores mais tradicionais de coxinha: Frango com Catupiry e carne. O diferencial é o tamanho: elas pesam cerca de 320g. Feitas de massa cozida com batata, as coxinhas custam R$ 7.Endereço:Avenida João Paulino Vieira Filho, Zona 7Telefone: (44) 3031-1212Horário de atendimento:  Segunda a sábado, das 6h30 às 22h. Domingo das 7h às 22hPágina do Facebook

5 - Madero Steak House

Receita do chef Junior Durski, as mini coxinhas de frango são de massa tradicional e do mesmo tamanho das coxinhas de festa de aniversário.Para ficarem prontas, levam dois minutos e meio na fritadeira e mais três minutos no forno. O combo de coxinhas com seis unidades, custa R$ 16.Endereço: Avenida Colombo, 9161 - Parque Industrial Bandeirantes - Shopping CatuaíTelefone: (44) 3123-5474Horário de atendimento: Segunda a quinta-feira, das 11h45 às 15h e das 18h às 23h. Sexta e Sábado, das 11h45 às 23h. Domingos e feriados, das 11h45 às 22h.Página do Facebook

6 - Atari Bar

Com gastronomia típica de boteco, músicas e drinks, o bar promove toda quarta-feira a "Quarta Gastronômica", com pratos temáticos. A cada um mês e meio, a coxinha é o salgado responsável pelo cardápio da noite.São quatro sabores diferentes de coxinhas feitas artesanalmente, com massa cozida e preparadas com caldo de legumes. Entre as opções estão a coxinha de carne na cerveja, com carne bovina desfiada e cozida na cerveja preta, coxinha de carne seca com creme de cabotiá e coxinha de frango com cheddar.Outra opção é a coxinha vegana de cogumelos, feita com shimeji, shitake, alho poró e creme de abóbora cabotiá. Cada opção do salgado de tamanho médio custa R$ 7,50.O bar publica no Facebook o tema de cada "Quarta Gastronômica".Endereço: Avenida Prudente de Morais, 945 - Zona 7, MaringáTelefone: (44) 3040-4185Horário de atendimento: Terça-feira a domingo, das 18h às 0h30Página do Facebook 

7 - Kubitscheck Bar

São 12 opções de cozinhas no cardápio do bar, que vão desde do simples recheio de carne (R$ 6,50) até a coxinha de jaca, feita com massa de batata, que custa R$ 10.Outros diferencias são as coxinhas com recheio de Tilápia (R$ 9) e Camarão (R$ 10). Entrando na onda do hambúrguer, também oferece a X-Coxinha, com carne de frango ou vegetais. A opção sai por R$ 15 e vem acompanhada de 100g de batata frita.Outro recheio de coxinha que chama atenção é o de mortadela, que sai por R$ 6,50. A opção quatro queijos custa R$ 8.Endereço: Avenida Presidente Juscelino Kubitschek de Oilveira, 441 Vila Bosque.Telefone: 3225-0031Horário de atendimento: Quarta-feira a domingo, das 18h às 3h.Página do Facebook 

8 - Pastel do Roberto

No cardápio de todos os pontos de venda do Roberto´s Pastel espalhados pela cidade, são servidos dois tipos de coxinha. Os sabores são os tradicionais, de frango e carne, com massa de mandioca. O que muda são os tamanhos.As coxinhas de tamanho padrão custam R$ 5,60 e as porções de mini, do tamanho de salgadinho de aniversário, custam R$ 6,60. Vem 16 unidades.Página do Facebook 

9 - Emporium Horta no Potinho

Fast food de alimentação saudável, o local aposta no conceito de refeição rápida. O Horta no Potinho, como um espaço de alimentação saudável, oferece a opção de uma coxinha funcional, com massa de batata doce, recheio de frango e empanada com farinha de rosca sem glúten.As coxinhas são vendidas em embalagens com quatro unidades, por R$ 16.Endereço: Avenida Presidente Juscelino Kubitscheck de Oliveira, 665, Jardim Itália.Telefone: (44) 3040-3400Horário de atendimento: Segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 20h. Sábados das 10h às 14h.Página do Facebook

10 - Boteco do Neco

Bar e restaurante, o Boteco do Neco alia a cerveja gelada com porções de coxinhas com 10 unidades que pesam entre 60 e 64 gramas. Feitas com massa mista de mandioca e farinha, todas as opções custam R$ 30 a porção.Neste mês de abril, o bar promove o festival das coxinhas e preparou cardápio especial. As novidades são os recheios, como mortadela com queijo, pernil suíno, carne moída com catupiry, carne seca com abóbora cabotiá e frango com Catupiry.Também oferece uma opção vegetariana, que leva alho poró, palmito e cebola.Fugindo do tradicional, o Boteco do Neco está com opções de coxinhas doce, recheadas com queijo e goiabada ou doce de leite. Fora do período do festival, o bar trabalha apenas com a coxinha de frango.Endereço: Avenida Tiradentes, 133 e Avenida Prudente de Morais, 601 - Mercadão de MaringáTelefone: (44) 3629-1588Horário de atendimento: Na Avenida Tiradentes de segunda a quinta, das 18h às 0h, e sexta-feira até as 1h30. Sábados das 12h às 1h30 e domingo das 17h às 0h. No Mercadão de Maringá, de terça a domingo, das 11h30 às 23h.Página do Facebook