Maringá Post
Maringa Póst - Independente, sempre.

Relatório da DIO mostra cenários tecnológicos para 2024; confira

Compartilhar

Foram projetados cinco cenários tecnológicos para 2024, baseados nas tendências observadas no mercado e na sociedade. Confira!


Compartilhar
Compartilhar

Foto: Reprodução/Canva 

A DIO, uma startup de educação em tecnologia, divulgou seu quarto relatório anual sobre o impacto social da tecnologia na sociedade.

O relatório foi lançado em Davos, na Suíça, durante o World Economic Forum, um evento que reuniu líderes mundiais para discutir soluções para os desafios globais.

Foi apresentado uma pesquisa realizada com 50 lideranças de empresas de diversos setores da economia em 2023, além de indicadores do trabalho da startup no último ano.

Foram projetados cinco cenários tecnológicos para 2024, baseados nas tendências observadas no mercado e na sociedade. Os cenários são:

  • A tecnologia como aliada da sustentabilidade: a preocupação com as mudanças climáticas e o desenvolvimento sustentável leva os desenvolvedores a adotarem práticas mais ecológicas ao criarem software, como o “green coding”, que busca otimizar o código, reduzir o consumo de recursos e escolher infraestruturas mais verdes.
  • A computação em nuvem como necessidade, não como inovação: a computação em nuvem se torna um pré-requisito para as empresas que querem inovar e se adaptar às demandas do mercado, pois permite explorar soluções avançadas como inteligência artificial, análise de dados e internet das coisas, com mais agilidade e flexibilidade.
  • A ética como desafio para a inteligência artificial: a crescente presença da inteligência artificial em todos os setores da economia e da sociedade gera uma discussão global sobre os princípios éticos que devem guiar o desenvolvimento e a implementação dessa tecnologia, como a transparência, a responsabilidade, a privacidade e a inclusão.
  • A segurança como prioridade para a tecnologia: os riscos e ameaças à segurança da informação e da comunicação aumentam com o avanço da tecnologia, exigindo das empresas e dos usuários mais cuidado e proteção. As soluções de segurança devem acompanhar as novas tecnologias e se basear em padrões e normas internacionais.
  • A educação como diferencial para a tecnologia: a demanda por profissionais qualificados em tecnologia supera a oferta, criando um desafio para as empresas e para a sociedade. A educação em tecnologia se torna um diferencial competitivo e uma oportunidade de inclusão social, requerendo novas metodologias, plataformas e conteúdos.

Compartilhar

Comentários estão fechados.