Maringá Post
Maringa Póst - Independente, sempre.

Geração Z e o mercado de trabalho: demandas e transformações

Compartilhar

A busca por propósito, flexibilidade e reconhecimento marca a relação entre a Geração Z e as empresas, impulsionando mudanças significativas no ambiente corporativo.


Compartilhar
Compartilhar

Foto: iStock 

A busca por propósito, flexibilidade e reconhecimento marca a relação entre a Geração Z e as empresas, impulsionando mudanças significativas no ambiente corporativo

A interação entre a Geração Z, composta por pessoas nascidas, em média, entre a segunda metade da década de 1990 e o ano de 2010, e o mercado de trabalho é um assunto de grande importância atualmente. Afinal, esses jovens entram no mercado de trabalho com expectativas e demandas únicas, o que causa um impacto significativo na relação com os pares, além de influenciar a forma como as empresas se estruturam.

Uma característica marcante da Geração Z é a busca por propósito no trabalho. Dessa forma, a valorização de empresas é maior quando elas têm um impacto positivo na sociedade e priorizam a realização pessoal em suas carreiras também. Em função disso, muitas empresas começaram a repensar suas práticas e valores, buscando se alinhar com as expectativas dessa geração.

A Geração Z valoriza a flexibilidade e a autonomia no trabalho, conforme apontado por pesquisas realizadas pela consultoria McKinsey, especializada em gestão, e pela Box1824, focada em análise de tendências jovens, em um estudo abrangente no Brasil.

A pesquisa, também divulgada pela revista Exame, revela que, com a tecnologia possibilitando o trabalho remoto e horários mais flexíveis, esses jovens apreciam a liberdade para organizar sua própria rotina e equilibrar melhor a vida profissional e pessoal.

No entanto, apesar das expectativas positivas, a Geração Z enfrenta alguns desafios no mercado de trabalho. A alta competitividade e a instabilidade econômica tornam mais difícil para esses jovens conseguirem empregos estáveis e bem remunerados. Além disso, a falta de experiência muitas vezes os coloca em desvantagem em relação a candidatos mais velhos.

Por outro lado, a Geração Z também traz consigo habilidades e conhecimentos únicos, especialmente em relação à tecnologia. Esses jovens cresceram em um mundo digital e têm um domínio natural das ferramentas tecnológicas, o que pode ser um diferencial no mercado de trabalho atual.

Diante desse cenário, é fundamental que as empresas estejam atentas às demandas e expectativas da Geração Z. Os jovens dessa geração visam melhores condições de trabalho e reconhecimento, exigindo direitos básicos, como benefício previdenciário, e outros benefícios vantajosos. Portanto, oferecer um ambiente de trabalho inclusivo, com oportunidades de aprendizado e desenvolvimento, é essencial para atrair esses talentos.

De maneira geral, a relação entre a Geração Z e o mercado de trabalho é marcada por uma busca por melhores condições de trabalho, reconhecimento e propósito. Esses jovens estão impulsionando mudanças significativas no ambiente corporativo, e as empresas que souberem se adaptar a essas demandas têm mais chances de atrair e reter talentos da Geração Z.


Compartilhar

Comentários estão fechados.