Pomba, suspeita de ser “espiã chinesa”, é solta depois de 8 meses de prisão, na Índia

pomba
Compartilhar

Por Vitor Germano

Uma pomba, suspeita de ser espiã chinesa, foi mantida em cativeiro em um hospital veterinário sob supervisão da polícia, após ser capturada oito meses atrás. Ela foi liberta na terça-feira (30/01) pela polícia de Mumbai.

O animal foi capturado em Maio do ano passado em um pier no bairro de Chembur, um bairro rico da cidade, e foi constatado que ele tinha dois anéis, um de cobre e um de alumínio, amarrados a suas patas, além do que pareciam ser caracteres chineses marcados sob suas asas.

A polícia registrou boletim de ocorrência, mas na conclusão das investigações, foi decidido que a acusação de espionagem era falsa. O que a investigação revelou foi que a pomba era usada em corridas de aves na costa de Taiwan, e em um destes eventos, acabou se perdendo e pousando na Índia.

A pomba foi liberta pelos veterinários após permissão da polícia, o hospital adiciona que a ave está “bem de saúde”.

Foto: Reprodução 


Compartilhar