DER moderniza rodovias de Maringá e da região noroeste do Paraná

trevo do Catuaí - Maringá
Compartilhar

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), autarquia da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), administra cerca de 3,5 mil quilômetros de rodovias estaduais apenas nas regiões Noroeste e Centro-Oeste, o que inclui execução de obras e também manutenção e conservação do pavimento e faixa de domínio.

A responsabilidade é da Superintendência Regional Noroeste, tema da segunda matéria de uma série sobre as atividades das cinco superintendências regionais do DER/PR. A primeira mostrou a atuação da Oeste. No total, o Departamento administra cerca de 12 mil km no Estado.

A SRNoroeste tem sede em Maringá, e conta com três escritórios regionais: Centro, em Campo Mourão; Caiuá, em Paranavaí; e Entre Rios, em Cruzeiro do Oeste. As quatro regionais são responsáveis atualmente por um orçamento de mais de R$ 1 bilhão.

As obras em andamento incluem a restauração em concreto (whitetopping) da PR-180 entre Goioerê e Quarto Centenário; a duplicação do trecho composto pelas rodovias PR-317 e PR-840 no perímetro urbano de Campo Mourão; a implantação de dois novos viadutos na BR-376 em Sarandi; e a duplicação da PR-317 entre Maringá e Iguaraçu.

Há, ainda, a modernização do Trevo do Catuaí em Maringá, que se tornará uma interseção em desnível – atualmente está em fase de conclusão a etapa de elaboração de projeto do contrato, que é integrado e inclui a execução da obra também.

Entre as obras concluídas somente no ano passado, foram duas na PR-323: o novo Trevo Gaúchão em Umuarama, e 22,18 quilômetros de novas terceiras faixas em segmentos críticos de acidentes, entre Doutor Camargo e Iporã.

Entre as obras rodoviárias finalizadas, um dos grandes destaques no Estado é a pavimentação da Estrada Boiadeira entre Icaraíma e Umuarama, uma parceria do Governo do Paraná com o governo federal e a Itaipu Binacional. Com aporte de cerca de R$ 300 milhões da hidrelétrica, incluiu 33,61 quilômetros de pavimento novo e 13,3 quilômetros de pavimento restaurado, nove viadutos, o Contorno de Icaraíma e o Contorno de Santa Eliza.

CONSERVAÇÃO

Dez lotes de programas de conservação e manutenção do pavimento garantem o atendimento a rodovias da SRNoroeste, com serviços de remendos superficiais e profundos, reperfilagem, microrrevestimento, melhorias no sistema de drenagem e sinalização horizontal, entre outros.

Também permanece em atividade um programa específico para atender trechos de rodovias estaduais do antigo Anel de Integração que serão novamente concedidos nos lotes 4 e 5, além de contratos específicos para serviços em rodovias não-pavimentadas.

A superintendência também conta com dois lotes do Programa de Segurança Viária das Rodovias Estaduais do Paraná (Proseg Paraná), dedicado exclusivamente para melhorar a segurança e reduzir os acidentes na malha estadual. São realizados os serviços de implantação e reforço de sinalização horizontal, sinalização vertical e de dispositivos de segurança, conforme projetos de engenharia elaborados especificamente para cada trecho atendido.

Ainda trabalhando para garantir mais segurança rodoviária, a regional conta com agentes de trânsito que utilizam radares portáteis nos pontos críticos de acidentes causados por excesso de velocidade. Opera também cinco pontos de pesagem de veículos pesados nas rodovias com maior movimentação desta categoria.

Pelo programa de conservação e manutenção de obras de arte especiais (OAE) de rodovias estaduais, a SRNoroeste e seus escritórios fazem melhorias em 42 estruturas, como pontes, viadutos, passarelas e galerias.

Outras iniciativas no Noroeste e Centro-Oeste incluem obras de curta duração para recuperar pontos de erosão, manutenção e expansão do sistema de drenagem de águas, além de obras emergenciais em trechos danificados pelas fortes chuvas dos últimos anos.

GUINCHOS

Para garantir o atendimento ao usuário e fluidez do tráfego nos principais corredores logísticos do Paraná, o DER/PR iniciou em 2022 os serviços de operação de tráfego rodoviário nas rodovias estaduais e federais do antigo Anel de Integração. Eles incluem atendimento com guincho mecânico leve e pesado, inspeção de tráfego, apoio ao usuário, apoio ao Corpo de Bombeiros com caminhão-pipa, na retirada de animais soltos e remoção de carga espalhada na pista.

Em suas rodovias, a Superintendência Regional Noroeste já realizou 30.813 atendimentos desde o início das atividades. Os trechos com maior demanda estão na BR-369, com 12.721 atendimentos; na BR-376, com 10.050, e na PR-317, que soma 3.263. As categorias mais comuns são pane mecânica, ressolagem de pneus na pista, pneu furado/danificado, buraco no pavimento, acidente sem vítima e sinalização danificada ou inexistente.

Os serviços são inteiramente gratuitos, disponíveis 24 horas por dia, sete dias por semana, inclusive em feriados, e podem ser acionados pelo telefone 0800-400-0404.

AEN

Foto: Alessandro Vieira/Casa Civil


Compartilhar