Indígenas do Paraná não recebem cestas básicas do governo federal há seis meses

Compartilhar

Indígenas do Paraná estão, desde agosto de 2022, sem receber cestas básicas do governo federal.

Essa informação foi repassada pelo coordenador regional substituto da Funai (Fundação Nacional dos Povos Indígenas) no Paraná, Elton Fernandes Alzão. Segundo ele, o envio das cestas é responsabilidade do Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, e que a Funia apenas ajuda no planejamento e acompanhamento da execução.

Atualmente, aproximadamente 29 mil indígenas vivem em comunidades no estado. Dessas, mais de mil se encontram em uma situação grave de vulnerabilidade social.

O Ministério confirmou que a ação não é feita há seis meses. Em nota, a pasta diz, ainda, que a gestão anterior não priorizou recursos para a compra das cestas básicas aos povos indígenas do Paraná. O orçamento teria sido destinado somente para cestas emergenciais.

Diante da falta de apoio do governo federal, a Funai passou a pedir ajuda ao governo do Paraná, para garantir a distribuição de cestas básicas aos indígenas.

O auxílio foi solicitado no dia 17 de janeiro de 2023. Já no dia 19 de janeiro, o governo do Paraná informou que distribuiu 1250 cestas para as comunidades mais vulneráveis.

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social afirma que está recompondo o orçamento para cestas básicas e que vai dar continuidade ao projeto.

Com informações do Portal G1.

Foto ilustrativa: Divulgação/Ministerio Público Federal no Paraná


Compartilhar