Nova duplicação em Campo Mourão terá investimento de R$ 39,8 milhões

As obras terão início a partir do trecho já duplicado da PR-317 e seguem até o entroncamento com a Avenida Comendador Norberto Marcondes.
Foto: DER-PARANÁ

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) realizou nesta segunda-feira (30) a sessão de lances da licitação da duplicação da PR-317 e da PR-840 em Campo Mourão, na região Centro-Oeste. Cinco participantes disputaram a execução da obra, com o valor arrematante de R$ 39,8 milhões, da empresa Pedreira Itaipu Indústria e Comércio de Britas e Asfalto, após negociação com a comissão de julgamento do DER/PR.

Agora, a empresa deve enviar os documentos de habilitação previstos em edital, bem como uma proposta de preço adequada ao valor vencedor. Após análise, a comissão de julgamento vai publicar o resultado nos portais Compras Paraná e Licitações-e, já abrindo o prazo para interposição de recursos.

A licitação é realizada na modalidade Regime Diferenciado de Contratação Integrada (RDCi), que prevê a elaboração do projeto básico e do projeto executivo de engenharia, e a execução da obra em um mesmo contrato.

OBRA

As obras terão início a partir do trecho já duplicado da PR-317 e seguem até o entroncamento com a Avenida Comendador Norberto Marcondes, em uma extensão de 3,7 quilômetros. Serão duas faixas novas de 3,6 metros cada uma, com acostamento externo de 2,5 metros, e separadas das pistas existentes por barreiras de concreto New Jersey.

Também serão implantadas novas vias marginais, com duas faixas em cada sentido e largura variando de acordo com a disponibilidade da faixa de domínio, separadas da pista central por canteiros.

Estão previstas três interseções em nível, entre as ruas Francisco Preisner e Pioneiro Alberto Tanigut, no acesso ao Aeroporto Municipal de Campo Mourão, e no entroncamento entre a PR-317 e a PR-840.

A obra também contempla serviços de drenagem e obras de arte correntes, como bueiros simples tubulares de concreto, drenos, sarjetas, boca de lobo, poços de visita, entrada e descida d’água; iluminação viária com postes de aço e postes de concreto com luminárias LED de 200W; sinalização horizontal, sinalização vertical, defensas simples, pórticos, semi-pórticos, tachas e tachões refletivos; calçada para pedestres e ciclovia.

O prazo para execução do contrato será de 630 dias, após concluídos todos os trâmites e assinada a ordem de serviço, sendo os primeiros 180 dias para apresentação dos projetos e 450 dias para a execução da obra. À medida que os projetos forem aprovados pelo DER/PR, já terão início alguns dos serviços da duplicação.

Dados divulgados pela Agência Estadual de Notícias do Paraná.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.