Imposto de renda: 27% dos contribuientes ainda não enviaram declaração

Aqueles que estiverem obrigados a entregar a declaração do imposto de renda e não o fizerem, receberão multa. Prazo final é até 31 de maio.
Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

Um balanço divulgado nesta segunda-feira (23) pela Receita Federal aponta que, até as 11 horas, 25.094.079 pessoas já haviam enviado suas declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2022, ano-base 2021.

O número equivale a cerca de 73% do total de 34,1 milhões de declarações esperadas. O prazo final para entrega da declaração é dia 31 de maio. Nesse mesmo dia, começa a ser pago o primeiro lote de restituição.

Em nota, a Receita Federal deixa um aviso para que as pessoas não deixem para declarar o imposto de renda na última hora: “A oito dias do encerramento do prazo para a entrega da declaração é bom alertar que quem estiver obrigado a entregar a declaração e não o fizer até o fim do prazo estará sujeito à multa”.

Multa

O valor da multa é de 1% ao mês, sobre o valor do imposto de renda devido, limitado a 20% do valor do imposto de renda. O valor mínimo da multa é de R$ 165,74.

A punição é gerada no momento da entrega da declaração e a notificação de lançamento fica junto com o recibo de entrega. O contribuinte terá 30 dias para pagar. Após este prazo, começam a correr juros de mora (taxa Selic).

No caso de declarações com direito à restituição, se a multa não for paga dentro do vencimento, ela será descontada, com os respectivos juros, do valor do imposto a ser restituído.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.