Novo recorde: Exportações do Paraná para EUA crescem mais de 50%

As exportações do estado para os EUA tiveram o maior valor da série histórica para um primeiro trimestre, equivalentes a US$ 411,3 milhões, com crescimento de 50,4%. O número é quase US$1 bilhão a mais em comparação com o primeiro trimestre do ano anterior.
Foto: Amcham Brasil

O primeiro trimestre de 2022 marcou um novo recorde no comércio bilateral entre Brasil e Estados Unidos no valor de US$19 bilhões, com valores inéditos de exportação e importação entre os dois países. No recorte regional, as trocas comerciais entre o Paraná e os EUA registraram crescimento de quase 40% nos três primeiros meses de 2022 na comparação com o mesmo período do ano anterior. Os dados são da Amcham Brasil (Câmara Americana de Comércio para o Brasil), divulgados em seu último boletim do Monitor do Comércio Brasil-EUA.

As exportações do estado do Paraná para os EUA tiveram o maior valor da série histórica para um primeiro trimestre, equivalentes a US$ 411,3 milhões, com crescimento de 50,4%. Os embarques paranaenses representaram 5,4% do total exportado pelo Brasil e o resultado positivo foi impulsionado pelas vendas de produtos trabalhados de madeira (+47%), café torrado (+47%), couro (+126,6%) e celulose (+96,2%). Tanto as exportações de produtos de madeira como de café torrado foram puxadas pelo aumento nos preços: + 31,5% e +30%, respectivamente.

As importações paranaenses de produtos americanos também cresceram no 1° trimestre de 2022, somando US$ 578,8 milhões – aumento de 31,3% na comparação com igual período de 2021. O Paraná foi o quinto principal estado importador brasileiro dos Estados Unidos, representando 5,1% do total importado pelo Brasil. O destaque ficou com o crescimento nas compras de combustíveis de petróleo (+147,6%), adubos e fertilizantes (49,6%) e motores e máquinas não elétricos (+4.127%). Deste último grupo de produtos, a maior parte das importações se refere a peças para turbinas a gás, cujas importações somaram US$12,4 milhões.

“O comércio bilateral entre o Paraná e os Estados Unidos atingiu valor recorde de quase US$1 bilhão no 1° trimestre de 2022. O crescimento expressivo nas exportações e importações do estado neste período indica um desempenho promissor nas trocas paranaenses com a maior economia do mundo durante o ano” observa Abrão Neto, Vice-Presidente Executivo da Amcham Brasil (Câmara Americana de Comércio para o Brasil).

No geral, as exportações brasileiras totais para os EUA cresceram 35,9%, atingindo US$7,6 bilhões, enquanto as importações deste país somaram US$11,4 bilhões no trimestre – ambos os valores são recordes para o período. O aumento dos embarques brasileiros foi puxado principalmente pelas vendas de petróleo bruto, carne bovina, café não torrado, ferro gusa e produtos de madeira. Do lado das importações, as termelétricas foram as principais responsáveis pelo aumento da demanda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.