Spray nasal contra a covid tem registro cancelado pela Anvisa

spray nasal contra a covid

O Taffix, spray nasal contra a covid-19 desenvolvido em Israel e fabricado pela empresa Nasuspharma, que seria importado e distribuído no Brasil pela empresa Belcher Farmacêutica, de Maringá, teve o registro cancelado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) nesta quarta-feira, 19. De acordo com a agência, não houve comprovação de segurança e eficácia do produto.

spray nasal

A farmacêutica alega que o spray conta com capacidade para para bloquear vírus respiratórios, como o SARS-CoV-2, dentro da cavidade nasal. No entanto, segundo a Anvisa, não foram apresentados estudos clínicos para essa comprovação, o que levou ao cancelamento do registro.

A identificação da ausência de estudos foi feita pelo Programa de Auditoria de Dispositivos Médicos Isentos de Registro, que é responsável por conferir o cumprimento dos critérios e requisitos técnicos de produtos para saúde regularizados de forma simplificada.

A autorização da importação e distribuição do Taffix aconteceu em 30 de dezembro, mas a agência determinou que as empresas que pretendem regularizar sprays antivirais precisam comprovar todas as indicações de uso propostas por meio de estudos clínicos.

“Após receber autorização de notificação, produto apresentou alegações de ser bloqueador de vírus dentro da cavidade nasal e altamente eficaz no bloqueio de vários vírus respiratórios, incluído o SARS-CoV-2. No entanto, não foram apresentados estudos clínicos que comprovem eficácia para esse fim, o que torna necessário o cancelamento imediato”, declara a autoridade sanitária.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.