Sarandi compra 500 vagas em creches particulares e constrói dois CMEIs

vagas em creches

A Câmara de Vereadores de Sarandi aprovou nesta terça-feira, 18, em sessão extraordinária, um projeto de lei que autoriza o Executivo municipal a comprar vagas em creches particulares para atender crianças que não conseguiram ser matriculadas na rede pública. O projeto é de autoria do próprio Executivo, que agora poderá atender cerca de um quarto de todas as crianças que estão na fila por vagas.

Agora a prefeitura vai publicar o edital para a contratação de creches privadas interessadas. Serão contratadas 500 vagas, pelas quais o município pagará até R$ 850 por mês por cada uma delas. Este valor inclui uniforme, material didático e merenda.

O município de Sarandi se vê obrigado a contratar vagas em estabelecimentos comerciais na tentativa de reduzir a fila de crianças esperando por vagas. Segundo o secretário municipal de Educação, Antonio Del Nero, Sarandi tem hoje cerca de 1,9 mil crianças de 0 a 3 anos na fila por vagas “e esse número aumenta todos os dias” devido ao crescimento populacional do município. Del Nero diz que no há um ano a fila de espera por vagas era de 1,5 mil e hoje já se aproxima de 2 mil.

O secretário diz que, apesar dos vários Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), o município precisa construir novas unidades para atender à clientela de 0 a 3 anos. Ele diz que o prefeito Walter Volpato (PSC) determinou que sejam construídas novas unidades “a toque de caixa” para atender a demanda.

Um dos CMEIs será construído no Jardim Ouro Verde 3, com capacidade para atender 240 crianças, e outro no Conjunto Habitacional José Richa, para 376 crianças. Mesmo assim, segundo o secretário, o município terá que continuar contratando vagas na rede privada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.