Polícia investiga 11,5 mil denúncias de violência contra idosos no Paraná

violência contra idosos

Cerca de 11.500 denúncias de violência contra idosos estão sendo apuradas pela Polícia Civil do Paraná no âmbito da Operação Vetus 2, lançada nesta sexta-feira, 15, em todo o País. A Operação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e executada pela Polícia Civil.

Com o objetivo de combater a violência contra idosos, nas próximas semanas a operação se dedicará a apurar denúncias recebidas via canais oficiais, de forma a instaurar inquéritos relacionados a tais práticas. Muitas denúncias foram registradas através do Disque 100, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, mas também nos canais estaduais e municipais.

Entre os que serão apurados está o de um asilo particular de Maringá, que foi fechado por determinação da Justiça depois que surgiram denúncias que os idosos estariam sendo maltratados e dois deles podem ter morrido em consequência de atos de violência que teriam sido praticados pelas proprietárias do asilo.

A meta é concluir todo o trabalho até o dia 18 de novembro, portanto, dentro de um mês.

“O trabalho também prevê a instauração e conclusão de inquéritos, visitas a abrigos e residências de vítimas, cumprimento de mandados e medidas protetivas”, informou o Ministério da Justiça.

As 11.551 denúncias que serão apuradas no Paraná foram processadas no período de janeiro a setembro de 2021. Na última edição da Vetus, em 2020, a Polícia Civil do Paraná apurou 556 denúncias no Estado, sendo que os registros eram relativos a abril e junho daquele ano.

No Brasil, a primeira operação foi realizada em 2020, e apurou mais de 13 mil denúncias de violência contra idosos, e resultou na prisão de mais de 570 agressores em todo o país.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *