30 idosos e nove funcionários são diagnosticados com covid-19 em asilo de Paranavaí

20 de setembro de 2021
enfrrenta surto de covid
O asilo de Paranavaí tem vários idosos internados e outros são tratados na própria instituição Foto de Valmir Sbardadalatti

A exemplo do que já ocorreu em outros asilos e instituições de longa permanência, o Asilo Lins e Vasconcelos, de Paranavaí enfrenta um surto de covid-19 que já contaminou mais de 40 pessoas, entre idosos atendidos na instituição e funcionários.

Nesta segunda-feira, dois idosos estão internados em estado grave e outros 17 em situação moderada. Outros contaminados estão recebendo assistência no asilo e outros, principalmente funcionários, estão se tratando em suas casas.

Ao todo, são 32 idosos e nove funcionários que testaram positivo para covid-19. Todos já tinham recebido duas doses da vacina contra covid-19.

A Secretaria de Saúde de Paranavaí, por meio da Vigilância Sanitária, acompanha a situação no asilo, inclusive colaborando no cuidado dos idosos que se encontram na instituição, já que muitos funcionários tiveram que se afastar do serviço por estarem com a covid-19 ou suspeitos de estarem contaminados.

Surtos de covid-19 em asilos ocorreram em várias cidades e Estados, mas o Asilo Lins e Vasconcelos conseguiu até agora evitar qualquer contágio, mas a doença acabou entrando quando todos já estavam vacinados.

A Prefeitura de Paranavaí divulgou uma nota oficial sobre o assunto, veja o texto na íntegra:

“A Prefeitura de Paranavaí, através da Secretaria Municipal de Saúde, vem a público informar oficialmente a existência de um surto de Covid-19 no Asilo Lins de Vasconcelos, localizado na Vila Operária.

A Vigilância em Saúde de Paranavaí vem acompanhando a situação desde que foram confirmados os primeiros casos positivos na instituição.

O trabalho feito pelas equipes de Atenção Primária, coordenação do Idoso e Vigilância identificou idosos e funcionários positivos na instituição e foi realizada assistência desde então.

Já no início, a Vigilância acionou o setor de Assistência Social do município para dar todo respaldo e apoio no atendimento aos idosos.

Na última quarta-feira (15), a Vigilância acionou ainda o Ministério Público informando sobre a situação na instituição.

A Vigilância informou ainda que o Asilo já foi intimado com relação ao uso correto de EPIs e manejo clínico dos idosos.

Ontem (17) à tarde foi preciso acionar equipes do Samu e UPA, que estão trabalhando em conjunto com a Central de Leitos e Regional de Saúde para o atendimento dos idosos que necessitam de internamentos.

Até o momento foram positivados 32 idosos e 9 funcionários estão afastados/isolados (entre positivos e suspeitos aguardando resultados de exames).

Ainda não é possível precisar o número exato de pessoas encaminhadas para internamento, uma vez que a assistência na instituição continua acontecendo no dia de hoje.

Neste sábado (18) o município continua atuando no local, fazendo mais exames, encaminhamentos para internamentos e transferência (através da Central de Leitos) de pacientes com quadro mais grave para outros hospitais da Macrorregião.”