Médico burla sistema, toma três doses de vacina e vai ser investigado pelo Ministério Público

Por: - 16 de julho de 2021
três doses
Ao tomar a terceira dose, o médico fez com que alguém ficasse sem a vacina

O médico pediatra Marcos Roberto Bazzoli Sader, proprietário de uma clínica em Ubiratã, é suspeito de ter tomado três doses de vacina contra a covid-19 e vai ser investigado por determinação do Ministério Público.

A promotora de Justiça Carolina Nishi Coelho, da Comarca de Campo Mourão, instaurou um inquérito criminal para apurar o caso.

Segundo as informações à disposição do MP, o médico burlou o sistema para tomar três doses. Como profissional da saúde, ele integrou um grupo prioritário e tomou as duas doses a que tinha direito, porém, no dia 26 de maio ele procurou novamente a Secretaria de Saúde e apresentou documentos que supostamente atestavam comorbidade. Com esse artifício, tomou a terceira dose da vacina.

Segundo a secretaria, o médico conseguiu enganar os aplicadores porque o sistema estava fora do ar no momento e por isso ninguém descobriu em tempo que ele não teria direito à dose.

A denúncia ao Ministério Público foi feita pela Secretaria de Saúde do município, por orientação da Regional de Saúde. Segundo a secretaria, o médico enganhou a técnica de enfermagem que fez a aplicação.

Ao tomar, irregularmente, uma terceira vacina, o médico prejudicou o trabalho de imunização, porque alguém ficou sem vacina por isso.

Até o momento nada foi falado sobre que tipo de punição o médico poderá sofrer se for responsabilizado.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.