Maringaense Amanda Ferreira é destaque como produtora rural em Portugal

Por: - 12 de junho de 2021
Amanda Ferreira é destaque
Amanda Ferreira em foto para o jornal Diário do Alentejo

Uma jovem nascida em Maringá, formada em Marketing, começa a se destacar como empreendedora rural em Portugal. Aos 30 anos, Amanda Ferreira foi capa nesta semana do Diário do Alentejo, jornal editado em Beja, que publicou reportagem sobre a crescente presença jovem e feminina na agricultura daquela região, que fica ao sul do país.

Rogério Recco especial para o Maringá Post

 

Ela é uma das 7.346 mulheres que se dedicam à atividade, conforme o censo de 2019, número que representa o dobro do que havia em 2009. E dos 26.657 produtores residentes no Alentejo, 1.094 são da faixa etária em que encaixa Amanda. Com o apoio da família e do noivo, que é agrônomo, ela investe desde o ano passado na produção de 120 cabeças de gado limousine e um rebanho de ovelhas suffolk. Seu projeto é ter um plantel de referência. “Apesar de a minha formação ser em marketing, cresci no meio e o meu pai incutiu-me a paixão pela agricultura e o dever de contribuir para o enriquecimento da região”, afirma a jovem.

Seus pais Antonio Silvestre Ferreira e Míriam se conheceram e se casaram em Maringá, cidade para onde ele imigrou em 1974 para fazer história como empreendedor nas áreas de suinocultura e vitivinicultura (fundou a Quinta dos Vinhedos, onde foi pioneiro no Brasil na produção de uvas de mesa sem sementes e lançou no mercado a conhecida marca de vinhos Aljôfar). Dessa união nasceram também Carolina, Henrique e Diogo e, após 25 anos, a família mudou-se para Portugal, onde Silvestre vem escrevendo uma nova história de empreendedorismo com a Vale da Rosa, uma fazenda com cerca de 250 hectares de produção de uvas de alta qualidade, em estufas, grande parte das quais sem sementes, atendendo o mercado interno e outros países da União Europeia, Ásia e África.

Amanda Ferreira foi capa do maior jornal da região do Alentejo
A maringaense Amanda Ferreira foi capa do maior jornal da região do Alentejo

A família desenvolve seus negócios com o propósito, também, de ajudar a fortalecer a economia do Alentejo, onde são produzidos uvas, vinhos, pecuária, olivais, cortiça, frutas diversas e outros itens. O censo de 2019 apontou que a maioria dos produtores portugueses com mais de 45 anos, na região, não explora devidamente o potencial de suas atividades. Uma das razões é, justamente, a idade avançada.

Veja também

Amanda representa a expectativa de que esse cenário tende a mudar nos próximos anos. Sua irmã Carolina e os irmãos Henrique e Diogo também demonstram isso. Carolina é uma das executivas da Vale da Rosa, enquanto Henrique e Diogo, ambos agrônomos, conduzem os próprios negócios. Em 2013, inclusive, o primeiro destacou-se ao conquistar um importante prêmio concedido pelo Parlamento Europeu, sediado em Bruxelas: o de Jovem Produtor Inovador da Europa.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.