Mesmo em lockdown, cidade permite abertura do comércio nesta sexta e sábado

Por: - 3 de junho de 2021
comércio abre em Campo Mourão
A abertura foi autorizada para o comércio aproveitar a circulação de dinheiro no início do mês Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Campo Mourão está em lockdown até o próximo domingo, dia 6, porém vai permitir a abertura do comércio varejista com atendimento presencial nesta sexta-feira, 4, e sábado, das 10 às 16 horas.

A exceção dentro do lockdown tornou possível graças a um decreto baixado pelo prefeito Tauillo Tezelli (Cidadania) em atendimento a reivindicações da classe empresarial, que argumentou que os primeiros dias do mês são os mais importantes para o comércio por ser o momento em que os trabalhadores recebem pagamento, pagam dívidas e fazem a compra do mês.

O Conselho Gestor de Crise do município considerou que é possível abrir as lojas, desde que haja o compromisso no atendimento às medidas de prevenção à covid, a começar pelo limite de pessoas dentro do estabelecimento. As empresas deverão controlar a lotação de uma pessoa a cada oito metros na área de vendas dos estabelecimentos, considerando desta forma o número de funcionários e clientes.

Este novo decreto libera o funcionamento do comércio de rua em geral e lojas instaladas em supermercados, agropecuárias e pet shops, materiais de construção civil, empresas agrícolas e similares.

“Vamos conceder esta flexibilização, mas é evidente que precisamos de todos, contribuindo da melhor forma possível, com todos os cuidados, para frearmos a disseminação deste vírus em nossa cidade”, informou o prefeito.

O colapso continua

Campo Mourão foi a primeira cidade da região a optar por um lockdown, medida extrema que se tornou necessária diante do aumento nos contágios por coronavírus e pelas dificuldades do município em atender os doentes depois que os leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa foram todos ocupados e várias pessoas com covid-19 estavam em pronto atendimentos à espera de vaga na UTI.

As mortes por covid-19 aumentaram e o prefeito Tezelli disse que a suspensão de todas as atividades não essenciais e essenciais por alguns dias para evitar a circulação do vírus e, consequentemente, reduzir a pressão sobre o sistema de saúde.

- Quer receber as notícias no seu WhatsApp? Clique aqui.

Tem uma dica de notícia? Fez alguma foto legal? Registrou um flagrante em vídeo? Compartilhe com o Maringá Post, fale direto com o whats do nosso editor-chefe.