Governo do Paraná, UFPR e Comitê Paralímpico Brasileiro firmam acordo para expandir atividades

Compartilhar

A Secretaria de Estado do Esporte, a Paraná Esporte, a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) firmaram um Acordo de Cooperação para incentivar o esporte paralímpico no Estado. A parceria visa promover o desenvolvimento das modalidades paralímpicas desde a base até o esporte de alto rendimento, tanto no Centro de Referência Paralímpico Brasileiro de Curitiba quanto nos outros seis centros espalhados pelo Estado – Cornélio Procópio, Cascavel, Campo Mourão, Ponta Grossa, Telêmaco Borba e Ivaiporã.A previsão é que os sete postos, que funcionam em parceria com as universidades estaduais, tenham programação definida a partir de março. O Centro de Referência Paralímpico em Curitiba inclusive está contratando professores, com carga horária de 20 horas semanais, e um coordenador técnico com carga horária de 30 horas semanais. Os detalhes das vagas podem ser consultados AQUI .

A ideia é que eles ofertem aulas de atletismo, tênis de mesa, parataekwond, judô, goalball, futebol para cegos, entre outras modalidades. Também podem abrigar campeonatos, treinamentos e palestras.

O CPB, como entidade gestora das modalidades paralímpicas no País, terá o papel de conduzir e orientar eventos e atividades nesses espaços, enquanto a UFPR disponibilizará condições para o funcionamento do centro em Curitiba. A universidade também disponibilizou uma equipe de pesquisas focada na prática do paradesporto, liderada pela professora doutora Ruth Cidade, que fez carreira nos temas esporte educacional, educação paralímpica e educação física adaptada.

A Secretaria de Estado do Esporte, em conjunto com o Paraná Esporte, fará a articulação com os municípios e atuará no suporte às ações do CPB, por meio do setor de Paradesporto, com eventos esportivos, e da Escola do Esporte, para capacitação de profissionais da área.

De acordo com o secretário estadual do Esporte, Helio Wirbiski, o paradesporto do Paraná já é referência nacional com o programa Geração Olímpica e Paralímpica e outras linhas de atuação. Em 2023, os atletas paranaenses conquistaram 15 medalhas de ouro, 16 de prata e 13 de bronze nas Paralimpíadas Escolares e oito medalhas douradas, 12 de prata e 11 de bronze nos Jogos Parapan-Americanos.

“Essa integração com Curitiba e com outras cidades que têm tradição nessa área fortalece o Paraná ainda mais. Com capacitação dos professores e espaços exclusivos para crianças PCD, com certeza o Paraná ficará ainda mais forte no paradesporto”, afirma.

CURITIBA

Além do acordo, a Prefeitura de Curitiba, através da Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude, também vai ampliar as ações no Centro de Esporte e Lazer, localizado na Vila Oficinas.

AEN

Foto: SEES


Compartilhar