Na reestreia de Cuca, Atlético-MG decepciona e perde para o Inter no Brasileirão

Mesmo com o retorno de Cuca à beira do gramado, o Atlético-MG voltou a decepcionar a sua torcida no Brasileirão ao perder para o Internacional, neste domingo, em Porto Alegre. A derrota por 3 a 0 para o time gaúcho evidencia o declínio do atual campeão nacional na temporada.

A vitória do Inter foi construída toda no primeiro tempo. Maurício (duas vezes) e Wanderson selaram o triunfo que marcou com derrota o início dessa nova passagem do técnico Cuca no Atlético-MG.

O time, que vinha de revés em casa para o Corinthians, segue estacionado com 32 pontos e tem dez a menos que o líder Palmeiras. Já o Inter tenta se recuperar na classificação e tem a mesma pontuação do Flamengo (33) na tabela.

A semana reserva jogos decisivos para as duas equipes em competições internacionais. O Atlético-MG recebe o Palmeiras pelo primeiro jogo das quartas de final da Libertadores, na quarta-feira. Já pela Copa Sul-Americana, o Internacional entra em campo na quinta-feira e encara o Melgar, também pela fase mata-mata, em Arequipa.

O Inter abriu o placar logo aos 6 minutos em belo gol de Maurício, que dominou com liberdade pelo meio e arriscou um chute de meia distância. Everson foi na bola, mas não conseguiu fazer a defesa: 1 a 0.

A desvantagem abalou o time mineiro, que passou a atacar de forma desordenada. O Inter recuou os homens de meio-campo e teve o contra-ataque em velocidade como principal arma. E foi numa escapada de Edenílson pela direita que saiu o segundo gol. Ele chegou à linha de fundo e cruzou rasteiro. Wanderson chutou firme e aumentou a vantagem para 2 a 0, aos 23 minutos.

O Atlético-MG passou a falhar também na saída de bola e isso tornou o contra-ataque gaúcho ainda mais letal. Carlos De Pena acionou Maurício que, de perna esquerda, bateu no cantinho e fez o terceiro do Inter, ainda no primeiro tempo.

A etapa final apresentou um jogo mais equilibrado, com o Atlético-MG mais objetivo a fim de diminuir a diferença. Arana acertou o travessão do goleiro Daniel e Sasha perdeu outra grande chance. Bem marcado, Hulk teve pouco espaço no duelo contra os zagueiros.

Com a partida sob controle, o Internacional passou a administrar o ritmo. O Atlético-MG ainda tentou as bolas alçadas na área, mas a defesa gaúcha conseguiu levar vantagem no jogo aéreo. Apesar da sensível melhora na etapa final, o time mineiro teve de se contentar com a derrota na volta de Cuca ao comando técnico do clube.

Estadão Conteúdo / Foto: Internacional