Santos cede igualdade ao Internacional na Vila Belmiro e soma 5º jogo sem vitória

Por Glauco de Pierri
São Paulo, 08 (AE) – O Santos deu a impressão de que alcançaria nesta quarta-feira, contra o Internacional, na Vila Belmiro, a regularidade que o time tanto busca desde a chegada do técnico Fabián Bustos ao comando do time.

Na maior parte do tempo, o time conseguiu manter um bom padrão de jogo, mas as chances de gol desperdiçadas no ataque e as grandes defesas do goleiro João Paulo fizeram com que o empate por 1 a 1 representasse a justiça no placar.

Esse foi o quinto jogo consecutivo do Santos sem vitórias no Campeonato Brasileiro. Na sequência, o time perdeu para o Goiás, empatou com o Ceará, perdeu para o Palmeiras e empatou novamente com Athletico-PR e Internacional.

O bom toque de bola do Santos fez o time chegar ao primeiro gol aos 20 minutos. Lucas Braga recebeu ótimo passe de Bruninho nas costas da defesa, driblou o goleiro Daniel e tocou para o fundo do gol. A arbitragem assinalou impedimento, mas no lance ajustado pelo VAR, o gol foi validado.

O problema do Santos é que pouco tempo depois o time levou o gol de empate. Aos 25, Pedro Henrique costurou pela esquerda, cruzou para trás e Maurício foi travado na hora da finalização. No rebote, o zagueiro Bruno Méndez bateu firme no canto esquerdo alto de João Paulo, sem chances para o goleiro santista.

Depois do empate do Inter o jogo ficou aberto. João Paulo evitou mais dois gols do time gaúcho, um deles em uma grande defesa após cobrança de falta de Carlos de Pena.

No ataque, o Santos quase marcou o segundo gol aos 34. Após rebote dentro da área, Lucas Pires encheu o pé, mas Vitão estava na linha do gol – a bola explodiu no peito do jogador do Inter, bateu na trave e saiu.

No fim, nenhum dos times conseguiu encontrar o gol da vitória e o resultado ficou mesmo no empate por 1 a 1, que deixa o Inter na 5ª posição, com 15 pontos, e o Santos fica em 10º, com 13 pontos.

FICHA TÉCNICA

SANTOS 1 X 1 INTERNACIONAL

SANTOS – João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Vinícius Zanocelo (Sandry), Ricardo Goulart (Rwan) e Léo Baptistão (Bruninho); Bryan Angulo (Lucas Barbosa) e Lucas Braga (Gabriel Pirani). Técnico: Fabián Bustos

INTERNACIONAL – Daniel; Bustos (Bruno Méndez), Vitão, Mercado e Renê; Gabriel, Edenílson (Maurício), Alan Patrick (Taison) e Carlos de Pena; Pedro Henrique (Rodrigo Dourado) e David (Alemão). Técnico: Mano Menezes.

GOLS – Lucas Braga, aos 20, e Bruno Mendéz, aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Ramon Abatti Abel (SC).

CARTÕES AMARELOS – Edenílson (Internacional) e Madson e Rodrigo Fernández (Santos).

PÚBLICO: 8.845 pagantes.

RENDA: R$ 260.880,00

LOCAL – vila Belmiro, em Santos.

Estadão Conteúdo / Foto: Santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.