Fluminense bate Atlético-MG em belo jogo no Brasileirão, com ‘olé’ e 2 de Cano

Por Fábio Hecico
São Paulo, 08 (AE) – Fluminense e Atlético-MG protagonizaram um belo jogo nesta quarta-feira, pelo Brasileirão Certamente o mais agradável da atual edição e que os amantes do futebol bem jogado, ofensivo, aguardavam há muito tempo.

Ambos buscaram o gol a todo o momento e quem esteve presente do Maracanã foi brindado com oito bolas na rede. Melhor para o organizado time carioca, que se afastou da rabeira e encostou no bloco de cima com triunfo merecido por 5 a 3. Os mineiros lamentam o revés e nova chance desperdiçada de serem líderes.

O reencontro do Fluminense com a vitória após dois tropeços, mostra que o time pode sonhar com coisas grandes na competição. Ganso cresce a cada dia com seu futebol diferenciado, enquanto Arias, Luiz Henrique e Cano estão bem entrosados na frente. O argentino, por sinal, levou a melhor no duelo com Hulk, ao balançar as redes duas vezes e chegar a 21 gols na temporada.

Enquanto teve fôlego, Ganso ditou o ritmo no Maracanã. Saiu cansado, com dores e suspenso para o jogo contra o Atlético-GO, no fim de semana. Ganhará um descanso e torcerá para o time usar a apresentação de gala para embalar de vez.

As equipes pisaram no gramado do Maracanã com a mesma obrigação da vitória, por metas distintas. Aos cariocas, o triunfo significava se distanciarem da zona de queda. Do lado mineiro, valia dormir na liderança.

O 100º confronto da história entre ambos começou com equipes buscando postura ofensiva, demonstrando que tentariam os três pontos desde o início.

Nos minutos finais, Fernando Diniz trocou seus atacantes e todos saíram aplaudidos e ovacionados pela torcida. Arias, que estava com a seleção colombiana, ganhou um forte abraço do treinador em noite inesquecível do time no Maracanã. O jogo terminou com “olé” e aos gritos de “Nense, Nense.”

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 5 x 3 ATLÉTICO-MG

FLUMINENSE – Fábio; Samuel Xavier, Manoel, David Braz e Cristiano; Wellington (Felipe Melo), André e Ganso (Yago Felipe); Luiz Henrique (Luccas Claro), Jhon Arias (Caio Paulista) e Cano (Willian Bigode). Técnico: Fernando Diniz.

ATLÉTICO-MG – Everson; Mariano, Júnior Alonso, Nathan Silva (Réver) e Rubens; Jair (Otávio), Allan e Nacho Fernández (Fábio Gomes); Ademir (Sávio), Eduardo Sasha (Keno) e Hulk. Técnico: Antônio Mohamed.

GOLS – Arias, aos 17, Cano, aos 28, Hulk, aos 34, Samuel Xavier aos 37, e Jair, aos 48 minutos do primeiro tempo; Eduardo Sasha, aos 8, Cano, aos 12, e Luiz Henrique, aos 17 do segundo.

ÁRBITRO – Leandro Pedro Vuaden (RS).

CARTÕES AMARELOS – Nathan Silva, Allan e Rubens ( Atlético-MG) e Fábio, André e Ganso (Fluminense).

RENDA E PÚBLICO – Não divulgados.

LOCAL – Maracanã.

Estadão Conteúdo / Foto: Fluminense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.