Rogério Ceni busca tornar o São Paulo mais ‘intenso’ para o duelo com o Avaí

O próximo compromisso do São Paulo, válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, será no sábado, às 19 horas na Ressacada, em Florianópolis. Foto: São Paulo

O empate com o Ceará, no Morumbi, no fim de semana, e a perda da oportunidade de dividir a liderança do Campeonato Brasileiro com Palmeiras, Atlético-MG e Corinthians, motivou o técnico Rogério Ceni a utilizar a semana livre de treinamentos para aprimorar a troca rápida de passes e a movimentação dos jogadores dentro de campo. A intenção é tornar a equipe tricolor mais intensa durante os 90 minutos.

O próximo compromisso do São Paulo, válido pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, será no sábado, às 19 horas na Ressacada, em Florianópolis. Ceni terá seis desfalques: Gabriel Sara, Nikão, Andrés Colorado, Igor Gomes, Rafinha e Arboleda.

O maior problema é a falta de Arboleda, convocado para integrar a seleção equatoriana. Com sua ausência, Ceni deverá alterar a formata tática da equipe. Nas últimas partidas, o treinador tem usado o esquema 3-5-2, com três zagueiros, mas poderá escalar em Santa Catarina apenas dois homens na zaga.

Léo e Diego Costa, presentes no trio escalado por Ceni contra o Ceará, são cotados para formarem a dupla de zaga. O experiente Miranda corre por fora.

Os meio-campistas Sara, Nikão e Colorado estão machucados. Os dois últimos têm possibilidades remotas de reunirem condição para entrarem em campo em Florianópolis.

Igor Gomes, expulso no empate diante do Ceará, poderá ser substituído por Patrick. Outro que tem chances de ficar com a vaga no meio de campo é André Anderson. Rafinha, que recebeu o terceiro cartão amarelo, vai ceder espaço para Igor Vinícius, seu substituto natural.

Ceni ainda vai ter mais três treinamentos até o jogo com o Avaí. Independentemente de quais jogadores forem escalados, a expectativa do treinador é ter uma equipe mais participante na capital catarinense.

O São Paulo, com 13 pontos, é o quinto colocado no Campeonato Brasileiro, mesma pontuação do Coritiba. O time tricolor só está atrás de Palmeiras, Atlético-MG e Corinthians, todos com 15 pontos.

Estadão Conteúdo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.