Maringaense, Gabriela Moreschi, é goleira de handebol na Alemanha

A maringaense Gabriela Gonçalves Dias Moreschi, de 27 anos, é a goleira da Seleção Brasileira de Handebol e do time alemão Bietigheim. Desde o ano passado, ela mora na cidade de Bietigheim, que fica a duas horas de Frankfurt.

Tudo começou quando Gabriela, ainda com 16 anos, estudava no colégio Marista, em Maringá, e jogava no time de handebol da escola. Naquela época, ela foi convidada para jogar na Seleção Maringaense de Handebol. Em seu primeiro campeonato amador, na cidade de Camboriú, Gabriela chamou a atenção de um olheiro que estava presente.

Imagem: arquivo pessoal

A mãe de Gabriela, Carla Dias, conta que o olheiro a chamou para um teste. No dia do teste, ele disse à Carla que ela era “um diamante a ser lapidado”, e a chamou para jogar em seu time, em São Caetano.

Desde então, Gabriela participou de vários campeonatos regionais e nacionais,e ganhou muito destaque, sendo então convidada para jogar na Seleção Brasileira. Aos 18 anos, ela ganhou o prêmio de melhor goleira da América do Sul, em um campeonato de Buenos Aires. Até então, ela jogava na seleção júnior e com quase 20 anos passou para a seleção adulta, que é sua categoria atual.

Gabriela morou três anos na Noruega, dois anos na França e um ano na Romênia. Carla explica que agora que a filha é uma atleta profissional, ela tem um agente que faz a mediação entre ela e os times interessados para a contratação.

“Como mãe é uma grande satisfação ver minha filha, que tão nova se despontou, teve a coragem de morar fora, a audácia em vencer o idioma. Hoje ela fala inglês, espanhol, francês, está aprendendo o alemão, ela se dedicou tanto nos treinos quanto na convivência em culturas diferentes.”, diz Carla.

Gabriela e a mãe / Imagem: arquivo pessoal

Ela se orgulha muito em contar a história da filha, e espera incentivar todos os atletas que sonham com a profissionalização, para que não desistam de seus sonhos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.