NUAH lança EP Visual ‘Crisálida’ nas plataformas de streaming

NUAH
Compartilhar

Já estão disponíveis na internet os vídeos do projeto “Crisálida”, o mais novo lançamento da cantora NUAH. Viabilizado por meio do Prêmio Aniceto Matti, o projeto englobou diversas ações, como bate-papo, pocket show e o EP Visual que inclui quatro faixas autorais, já lançadas nas plataformas de streaming e agora seguidas por um trabalho audiovisual.

As canções foram compostas e produzidas por NUAH. Os arranjos vocais e backings também foram criados e gravados pela artista. A parte instrumental foi arranjada por Luan Lins, que também gravou todos os instrumentos e beats eletrônicos.  As letras de “Cacos Vermelhos”, “Crisálida” e “Asas” são coautorias da artista com a poeta e letrista Piera Schnaider. Já “Pena Cega” é assinada somente por Piera.

As músicas narram a experiência de uma mulher que busca se libertar da opressão, da submissão e da heteronormatividade impostas pelo sistema patriarcal. Como a narrativa foi construída a partir da metáfora da metamorfose da borboleta, cada vídeo representa um dos quatro momentos, coincidentes com seus estágios de vida: ovo (em “Cacos Vermelhos”), lagarta (em “Pena Cega”), casulo (em “Crisálida”) e borboleta (em “Asas”). Nessa ordem, as letras abordam as fases de tomada de consciência, observação e absorção das coisas, introspecção e recolhimento e, enfim, libertação.

“O que inspirou a proposta foi a minha experiência pessoal, comum a tantas outras mulheres, e o desejo de compartilhar essas vivências, dividir sentimentos e somar lutas”, explica a artista, que passou por um relacionamento abusivo durante muitos anos.

As canções e os vídeos retratam a situação vivida pelo eu lírico e também protagonista da narrativa proposta, bem como a de muitas mulheres que, mesmo com suas existências diariamente anuladas, conseguem se descobrir e, assim, se reinventar para subsistir.

O projeto tem como objetivo fomentar reflexões e discussões sobre os efeitos do patriarcado na própria sexualidade e afetividade, estimulando a valorização de si, sobretudo da mulher, enquanto ser único no mundo, que possui desejos, sonhos, ambições, pontos de vista etc., os quais são importantes e precisam ser respeitados para a formação de uma sociedade mais fraterna.

Sobre NUAH

Cantora profissional, brasiliense radicada em Maringá há 26 anos, trabalha no segmento artístico-cultural, mais precisamente na área da música, desde 1998. Começou sua trajetória fazendo covers em bares e interpretando canções de artistas que a inspiravam, geralmente em tributos e especiais, como Elis Regina, Chico Buarque, Secos & Molhados, Novos Baianos, Mutantes, Cássia Eller, Rita Lee e Janis Joplin.

Em 2018, iniciou um momento de transição em sua carreira, a partir de estudos e shows sobre compositoras e letristas mulheres do Paraná e do Brasil, ao mesmo tempo em que se entendeu como compositora. Além do papel de mulher, mãe, cantora, compositora e intérprete, ao longo desse período de trabalho ela também assumiu os papéis de produtora e diretora de seus próprios shows.

Antes conhecida como Patrícia Borges, a partir de 2023 a cantora adotou o pseudônimo artístico de NUAH, tirando de cena o sobrenome herdado do casamento e todo o peso que isso carregava, para inaugurar uma nova história. Na mesma época, lançou seu primeiro álbum, “Nuah”, sedimentando essa nova faceta artística, em que dá voz ao que acredita e expõe suas singularidades, através do trabalho autoral.

Serviço:

EP Visual “Crisálida”, de NUAH

Onde ouvir: https://onerpm.link/818725181389

Onde ver: https://www.youtube.com/watch?v=UDw7cnqbaA8&list=PLZ4hK0xcshvh1ougKX3_xQLYjYIp3uBf-

Ficha Técnica:

Produção geral: NUAH (@nuah.cantadeira) e Piera Schnaider

Produção executiva: Diogo Correa

Produção musical: NUAH

Arranjos (instrumentais): Luan Lins (@luanteclado) e NUAH

Arranjos (vocais): NUAH

Instrumentos e beats: Luan Lins

Violão (faixa 1): Rafael Marinho

Backing vocals (todas as faixas): NUAH

Backing vocals (faixa 4 – gravação original do álbum “Nuah”): Josane Almeida e Cássia Almeida

Coro (faixa 2): NUAH, Dodô Bersan e Stone Ferrari

Captação (instrumental): Estúdio Luan Lins

Captação (violão): Estúdio Drago

Captação (vocais): Dodô Bersan

Edições (instrumental): Stone Ferrari e André Drago (faixas 1 e 3)

Edição (vozes): Dodô Bersan

Mixagem e masterização: Beto Japa

Produção audiovisual: Felipe Halison / IDX Pro

Assistência de produção audiovisual: Gabriel Gregorio

Locais de gravação (vídeos): A Toca Espaço Cultural, Biboca e Parque Alfredo Werner Nyffeler (Buracão)

Bailarina (vídeo 4): Evelin Coelho

Participantes convidados (vídeo 2): Natália Barzaghi, Gustavo Schuindt, Melina Gasparoto, Piera Schnaider, Vinícius Felice, Vinícius Grilo, Felícia Cristina e Mari Tenório

Motion graphics: Gê Costa e Bárbara Ghirello

Identidade Visual: Naju Campos

Assessoria de imprensa: Rachel Coelho / 2 Coelhos Comunicação e Cultura

Social mídia: Fernando Souza / Maringaense Cultural

Fotografia: Lucas Andrade Leandro

 

Produzido com verba de Incentivo à Cultura

Lei Municipal de Maringá n.º 10.988/2019

Prêmio Aniceto Matti

Foto: Lucas Andrade Leandro


Compartilhar