Advogados contam que Larissa Manoela ficou sem plano de saúde e só era dona de um dos onze imóveis

Compartilhar

Foto: Reprodução / TV Globo

Os advogados de Larissa Manoela divulgaram nesta quarta-feira (16) um comunicado à imprensa em que revelam detalhes da polêmica envolvendo a artista e os pais Silvana Taques e Gilberto Elias. Segundo o documento, Larissa só tinha um imóvel em seu nome, dos 11 que foram comprados com o seu trabalho. Os outros estavam no nome das empresas ou dos pais da atriz. O documento também afirma que Larissa só abriu uma conta bancária em seu nome em 2022, antes disso ela só tinha contas jurídicas gerenciadas pelos pais.

Os advogados alegam que Gilberto e Suzana transferiam grandes quantias de dinheiro das contas jurídicas para as contas pessoais, deixando a atriz sem recursos. Além disso, a falta de transparência dos pais durante o processo teria feito Larissa ficar mais de três meses sem plano de saúde.

O único imóvel que estava no nome de Larissa era um apartamento na zona Oeste do Rio de Janeiro, que foi vendido para que ela pudesse comprar uma nova residência com ajuda de um empréstimo. Outro bem que está no nome de Larissa é o carro que estava no nome de uma das empresas.


Compartilhar