Morre James Caan, ator de ‘O Poderoso Chefão’ e ‘Louca Obsessão’

O Intérprete de Sonny Corleone, filho de Don Vito, James Caan incorporou a violência do mais velho dos irmãos de O Poderoso Chefão, clássico filmado por Francis Ford Coppola baseado no romance homônimo de Mario Puzo. A informação foi publicada pela família de Caan no Twitter na noite desta quarta-feira (6) ele tinha 86 anos.

Caan começou sua carreira na televisão e, ainda na década de 1960, começou a parceria com Coppola em Caminhos Mal Traçados (1969), para encarnar, três anos depois, o filho mais velho do chefão da máfia siciliana. O papel rendeu uma indicação ao Oscar pela performance no primeiro filme da franquia.

Nascido em Nova York, a primeira indicação de peso do ator foi o Globo de Ouro no western The Glory Guys, de 1962, pelo papel de Anthony Dugan. A década de 1960 foi prolífica, tendo o ator participado de dez longas naquele período.

 

 

Com uma carreira extensa, Caan é relembrado também pelo papel do escritor Paul Sheldon, do filme Louca Obsessão (1990), onde contracenou em Kathy Bates, a maluca que confina o autor em um chalé isolado depois de um acidente de carro.

Em 1999, o ator trabalhou com Hugh Grant, em Mickey de Olhos Azuis, comédia romântica, em um papel que tinha o efeito de easter-egg (ele fez uma paródia de mafioso). Seu último trabalho foi em 2017, na comédia Undercover Grandpa, como o avô protagonista.

 

Conteúdo Estadão