Cocamar distribui na segunda, 13, R$ 135,4 milhões aos cooperados

A Cocamar distribui na segunda-feira, 13, R$ 135,4 milhões aos produtores cooperados em todas as regiões de atuação nos estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul. O anúncio foi feito no final da tarde de quinta-feira (9/12), em transmissão ao vivo.

O montante é a soma do pagamento de sobras do exercício 2021, de R$ 87,3 milhões, da participação deles em vários programas (R$ 14,3 milhões) e crédito em conta capital (R$ 33,7 milhões).

O volume de recursos anunciado é praticamente 35% superior ao total distribuído em dezembro do ano passado, de cerca de R$ 103 milhões, sendo que cada um dos mais de 16 mil cooperados que movimentaram em 2021 com a cooperativa, têm direito a um cheque no valor proporcional à sua participação, Para cada saca de soja, está sendo pago um complemento de preço de R$ 3; para cada saca de milho, R$ 0,80; para cada saca de milho de alto padrão, R$ 11; para cada saca de sorgo, R$ 0,70; para cada saca de trigo, R$ 0,80; para cada saca de trigo tipos II e III, R$ 5; para cada saca de café, R$ 10, e para cada caixa de laranja, R$ 0,25.

O presidente do Conselho de Administração, Luiz Lourenço, comentou sobre a solidez da cooperativa que, neste ano, adquiriu todos os insumos à vista e repassou os benefícios aos cooperados em uma campanha promovida no início do ano, possibilitando a eles um custo de produção competitivo e a garantia dos produtos na safra de verão em curso. “Somos muito diferentes de uma empresa comercial comum, os recursos que distribuímos ficam na região”, disse.

Para o presidente executivo, Divanir Higino, “é fundamental o crescimento da cooperativa com rentabilidade, o que é necessário para a realização de investimentos em estruturas operacionais, industriais na melhoria dos serviços e para o retorno dos resultados aos cooperados”.

O vice-presidente José Cícero Aderaldo destacou que a Cocamar deve ter um crescimento superior a 30% em 2021, mesmo havendo quebra de safra no inverno; e, também, que a cooperativa consegue transformar produtos que são entregues sem qualidade, prejudicados por intempéries, gerando renda ao cooperado.

A distribuição de sobras é tradicionalmente antecipada para a primeira quinzena do mês de dezembro e o resultado final é anunciado na Assembleia Geral Ordinária de prestação de contas do exercício 2021, a ser realizada no início do próximo ano. Os cheques vão estar à disposição dos cooperados em horário comercial, em todas as unidades de atendimento nos estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Entre as principais cooperativas agropecuárias brasileiras, a Cocamar tem previsão de faturar R$ 9,5 bilhões em 2021, um recorde, bem acima dos R$ 7 bilhões alcançados no ano passado e mais que o dobro em comparação aos R$ 4,6 bilhões registrados em 2019.

O anúncio da distribuição de sobras acontece numa semana em que a cooperativa conquistou uma das mais cobiçadas premiações do cooperativismo brasileiro: a faixa ouro do Prêmio SomosCoop Excelência de Gestão, um reconhecimento prestado a cada dois anos pelo Sistema Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB) e Sescoop Nacional às cooperativas de todos os segmentos que mais avançam por meio da adoção e desenvolvimento de boas práticas de identidade cooperativista, governança e gestão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *