Autoconhecimento é necessário para saber administrar o tempo

Na live do “Papo de Carreira” desta terça-feira (07), a professora e especialista em gestão de pessoas Adriana Martello, trouxe reflexões e dicas relacionadas a gestão de tempo.

Clique AQUI para acessar a live na íntegra.

Segundo a professora Adriana, para testar se você sabe organizar seu tempo, em primeiro lugar é preciso refletir se você está conseguindo administrar e realizar todas as atividades planejadas no seu dia. Se você não estiver, significa que está na hora de mapear sua rotina e aprender a gerir o seu tempo.

Martello explicou que a organização do tempo depende primeiramente do nosso autoconhecimento. Isso porque quando nos conhecemos e sabemos os horários que melhor funcionamos, sabemos da nossa própria produtividade, conseguimos, de maneira eficaz, gerir nosso tempo e nossa rotina.

Os chamados “desperdiçadores de tempo” são muito propícios em nossos dias, e para conseguirmos despistá-los, devemos saber reconhece-los:

  • Desperdiçador autogerado: aquele que se gera de si mesmo para si mesmo.  A desorganização, a procrastinação e a dificuldade em dizer não são os principais desperdiçadores autogerados que causam a perda de tempo e em algum momento causa estresse por conta de sobrecarga.
  • Desperdiçador contextual: aquele que não está sob o seu controle. Um exemplo são visitas inesperadas, tanto em casa quanto no trabalho. Acontecimentos imprevistos nos tiram de qualquer foco pré- estabelecido.

Adriana diz que gerir o tempo não é difícil, pois o tempo é um recurso democrático, todo mundo vive o mesmo tempo. O que é difícil é colocar em prática as atividades planejadas para o seu tempo.

Urgente X Importante

“Quando a gente fala que não tem tempo para alguma coisa, essa coisa não é prioridade na nossa vida” , afirma Martello.

Quando se deixa algo para depois, em algum momento aquilo vai deixar de ser importante e se tornar urgente, e essa procrastinação ocasiona o estresse, por conta da pressão de realizar tudo em um curto período.

5 passos para começar a organizar o seu tempo:

  1. Coletar as ideias: tirar da cabeça e passar para o papel tudo o que precisa ser feito no dia;
  2. Processar e separar : verificar se as atividades estão corretas, se tudo o que você precisa fazer está anotado;
  3. Organizar a ideia e o espaço: seja no ambiente de trabalho ou do lar, organizar como e onde você irá fazer as suas tarefas;
  4. Revisar as ideias e as prioridades,
  5. Colocar tudo em prática e fazer acontecer.

Bom uso das redes sociais:

Martello também pontuou sobre como utilizar as redes sociais de maneira policiada. Segundo ela, é preciso saber utilizar as redes, ter foco para organizar o tempo de navegação na hora de trabalhar, na hora de relaxar e na hora de pesquisar.

E manter o foco é tão difícil quanto colocar as atividades em prática. De acordo com o site Tríade do Tempo, as pessoas, em geral, só conseguem manter o foco na realização de uma única tarefa entre 3 e 5 minutos.

A especialista indicou a técnica “Matriz Gut” (Gravidade, Urgência e Tendência), apostilhas escritas por vários autores, e dicas disponíveis online em diferentes plataformas e sites.

Ela também indicou o livro “A arte de fazer acontecer”, de David Allen, que escreve sobre o método “GTD” (Get Things Done).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.