Paraná distribui vacinas da dengue às Regionais de Saúde e promove instrução de aplicação; Maringá está fora da lista

Compartilhar

primeiro lote de vacinas contra a dengue, recebido na quinta-feira (22) pelo Paraná, já está nas duas Regionais de Saúde elencadas para o início da vacinação. Nesta etapa inicial, conforme definido pelo Ministério da Saúde, 30 municípios receberão os imunizantes: 21 da 17ª Regional de Saúde de Londrina (Norte do Estado), com 23.064 vacinas, e nove da 9ª RS de Foz do Iguaçu (Oeste), com 11.961 doses.

Os contemplados são Londrina, Cambé, Rolândia, Jaguapitã, Ibiporã, Florestópolis, Bela Vista do Paraíso, Jataizinho, Primeiro de Maio, Sertanópolis, Tamarana, Porecatu, Assaí, Miraselva, Lupionópolis, Guaraci, Centenário do Sul, Alvorada do Sul, Pitangueiras, Prado Ferreira, Cafeara, Foz do Iguaçu, Medianeira, São Miguel do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Missal, Itaipulândia, Matelândia, Serranópolis do Iguaçu e Ramilândia.

Agora, as regionais darão início à distribuição dos imunizantes para os municípios, que devem iniciar a vacinação de acordo com o planejamento das respectivas secretarias de Saúde. A faixa etária definida como prioritária para a imunização é de 10 a 14 anos. O Ministério da Saúde recomenda que a aplicação seja iniciada para as idades de 10 a 11 anos.

“Um dos principais legados da pandemia da Covid-19 se deu pelo fortalecimento da rede de distribuição de medicamentos e insumos no Paraná”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto. “Em 24 horas, conseguimos descentralizar todas as doses para que os municípios possam otimizar suas campanhas de vacinação. São quantidades pequenas de vacinas, por isso seguiremos dialogando com o Ministério da Saúde para que o Paraná consiga mais imunizantes”.

A remessa recebida pelo Paraná soma 35.025 doses do imunizante Qdenga, produzido pela farmacêutica Takeda. A vacina possui vírus vivos da dengue que foram enfraquecidos de maneira controlada. Essa abordagem possibilita o desencadeamento de uma resposta imunológica, o que facilita uma reação mais rápida do organismo em situações de exposição real ao vírus.

TREINAMENTO – A Secretaria da Saúde (Sesa) irá promover ainda uma capacitação para preparar e instruir os agentes de saúde na aplicação dos imunizantes. O treinamento ocorre nesta sexta-feira, de maneira virtual, e deve reunir cerca de 150 profissionais que atuam nas regiões elencadas.

A diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti Lopes, destacou a importância da orientação aos profissionais da área. “A correta orientação é fundamental para o êxito nessa nova etapa de combate à dengue no Estado. Estamos seguros de que os municípios farão um grande trabalho de imunização”, afirmou.

Confira a quantidade de doses por município:

Londrina – 13.204

Cambé – 2.676

Rolândia – 1.854

Jaguapitã – 400

Ibiporã – 1.330

Florestópolis – 306

Bela Vista do Paraíso – 376

Jataizinho – 315

Primeiro de Maio – 224

Sertanópolis – 389

Tamarana – 344

Porecatu – 255

Assaí – 379

Miraselva – 52

Lupionópolis – 132

Guaraci – 100

Centenário do Sul – 275

Alvorada do Sul – 218

Pitangueiras – 80

Prado Ferreira – 91

Cafeara – 64

Foz do Iguaçu – 7.909

Medianeira – 1.328

São Miguel do Iguaçu – 722

Santa Terezinha de Itaipu – 647

Missal – 283

Itaipulândia – 339

Matelândia – 494

Serranópolis do Iguaçu – 136

Ramilândia – 103


Compartilhar

Autor

Notícias Relacionadas