Marido mata esposa e inventa história de possessão demoníaca

Compartilhar

Foto: Reprodução / Redes Sociais 

Uma mulher de 25 anos foi assassinada pelo marido na tarde de sábado (10), em Curitiba. O crime ocorreu em uma casa no bairro São Miguel e foi descoberto pela família da vítima, que foi chamada pelo suspeito para socorrê-la. Ele alegou que ela estava “possuída” por uma entidade e se enforcou.

A irmã de Nayara Queiroz Farias encontrou o corpo dela no banheiro, com marcas de estrangulamento, dentes quebrados e rosto inchado. O marido ainda tentou simular que ela estava viva, ligando o chuveiro. Ele também disse que enviou uma mensagem avisando que ela estava tentando se suicidar, mas ninguém recebeu.

A polícia foi acionada por uma vizinha e constatou as contradições no depoimento do suspeito. Ele insistia que a esposa estava “louca” e “possuída pela Maria Padilha”, mas a irmã afirmou que ela era evangélica e frequentava a igreja. O filho do casal, de dois anos, que presenciou o crime, também revelou que o pai matou a mãe.

O homem foi preso em flagrante por feminicídio pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Ele confessou que matou a esposa após uma discussão. Nayara será sepultada nesta segunda-feira (12), no Cemitério Municipal do Boqueirão. Ela deixa um filho.

Fonte: Banda B


Compartilhar