Homem é preso ao tentar movimentar meio milhão em conta aberta com documentos falsos, na região de Maringá

Compartilhar

Foto: PM-PR

Caso ocorreu na quinta-feira (8) e o indivíduo foi preso nessa sexta (9). De acordo com a Polícia Militar (PM), banco identificou que os documentos apresentados eram falsos.

Um homem foi preso nessa sexta (9), em Floraí (a 48 quilômetros de Maringá), suspeito de tentar movimentar mais de meio milhão de reais em uma conta bancária aberta com documentos falsos. Polícia Militar (PM) foi acionada pela própria agência bancária.

De acordo com a PM, a abertura da conta teria ocorrido na quinta-feira (8). Logo após o procedimento, o suspeito, segundo a instituição financeira, recebeu uma transferência via TED de mais de R$ 500 mil. O sistema de inteligência do banco foi acionado.

Após uma consulta interna, a instituição descobriu que os documentos apresentados pelo homem para a abertura da conta eram falsos e chamou a polícia, que o encontrou após um patrulhamento nas imediações.

Aos policiais, o suspeito confessou ter apresentado RG, CPF e comprovante de endereço adulterados para abrir a conta bancária e disse ter sido contratado por pessoas de Londrina para fazer o serviço. Antes de ser pego pela Polícia, ele já havia feito uma transferência via PIX, de mais de R$ 70 mil, para outra conta.

Também para a Polícia Militar, o suspeito informou que já haviam outras duas transferências programadas para outras contas que ultrapassariam os R$ 400 mil. Ele foi preso e o caso será investigado pela Polícia Civil.


Compartilhar