Construção Civil prevê criar 400 mil empregos e bate recorde em 50 anos

Compartilhar

Foto: Divulgação/Construtora Equilíbrio

A Construção Civil deve contratar mais de 400 mil trabalhadores até o fim do ano, um aumento de mais de 12% no número de empregos formais no setor. Segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), a expectativa é que o setor empregue cerca de 3 milhões de pessoas até dezembro.

Um exemplo do crescimento do setor é a Construtora Equilíbrio, de Curitiba, que aumentou em 22% o seu quadro de colaboradores em janeiro, o melhor resultado em 50 anos de história. A empresa ainda busca novos profissionais para lançar três novos empreendimentos. Raquel Zampier, responsável pelo recrutamento e seleção, afirma que os trabalhadores da área estão mais exigentes e buscam propósito, clima organizacional e crescimento.

O setor da Construção Civil se beneficia da retomada econômica após a pandemia. A consultoria Elos Ayta mostra que o valor das empresas do segmento, como construtoras e incorporadoras, subiu 64,6% em 2023, três vezes mais do que a média das empresas na B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, que cresceu 22,3% no mesmo período.


Compartilhar