Polícia faz busca e apreensão em consultório e casa de ginecologista acusado de abuso sexual em Maringá

Compartilhar

Foto: Reprodução PCPR

Um ginecologista de Maringá, no Paraná, é suspeito de abusar sexualmente de quatro pacientes em seu consultório. A Polícia Civil (PC-PR) fez uma operação de busca e apreensão nesta quinta-feira (1º) na casa e no local de trabalho do médico, que não teve o nome divulgado.

Segundo o delegado Dimitri Tostes, as vítimas contaram que o médico se aproveitava das consultas para fazer movimentos sexuais e tocar nelas com ereção. Uma delas afirmou que sofreu o abuso duas vezes.

O delegado disse que as mulheres se inspiraram no caso do ginecologista e pediatra Felipe Sá, que está preso desde junho de 2023 e responde por abuso sexual de mulheres em Maringá.

A polícia apreendeu celulares e documentos do ginecologista para buscar mais evidências. A polícia também orienta que outras possíveis vítimas do médico denunciem na Delegacia da Mulher.

*Fonte: G1PR


Compartilhar