Padre Kelmon, ex-presidenciável, lança pré-candidatura a prefeito de SP pelo PTB

Compartilhar

 Foto: Reprodução/TV Globo

O político Padre Kelmon (PTB), que concorreu à Presidência da República em 2022, revelou que é pré-candidato a prefeito de São Paulo nas eleições de 2024. A assessoria do baiano confirmou a informação ao UOL.

O vice na chapa será o pastor evangélico Manoel Ferreira Junior, do mesmo partido. Ainda não há detalhes sobre a oficialização da candidatura. Padre Kelmon disse ao UOL que mora há 22 anos em São Paulo.

“São Paulo é a locomotiva do país”, afirmou o pré-candidato. Ele disse que escolheu disputar o cargo na capital porque a cidade “precisa de cuidado e carinho e deve ser um exemplo”.

O candidato tem pautas conservadoras. Nas redes sociais, o padre se apresenta como “sacerdote ortodoxo, e defensor da vida, família e liberdade”. Ele também diz ser presidente do “Foro do Brasil”, um movimento conservador que faz oposição ao governo Lula.

Padre Kelmon não deve ter o apoio do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Os dois fizeram dobradinhas nos debates em 2022, mas Bolsonaro perdeu para Lula. Agora, Bolsonaro está envolvido em uma aliança do PL com o atual prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), que deve tentar a reeleição.

Quem é o Padre Kelmon? Aliado de Bolsonaro nas eleições. Padre Kelmon, cujo nome verdadeiro é Kelmon Luis da Silva Souza, tem 47 anos e nasceu em Salvador, na Bahia. Ele ficou conhecido nas redes sociais por apoiar Bolsonaro nos debates em 2022.

Padre Kelmon ficou em 7º lugar na disputa de 2022. Ele teve 0,07% (81.129 votos, no total).

Ele foi chamado de “padre de festa junina”. A candidata Soraya Thronicke fez essa declaração no debate da TV Globo. A frase virou um meme nas redes sociais durante as eleições de 2022.

As informações são da Banda B.


Compartilhar