Unilife Maringá enfrenta o Barueri nesta sexta (22), em último jogo do ano em casa

Compartilhar

Foto: Fernando Teramatsu

Após partida eletrizante e equilibrada contra o Fluminense na última terça (19), o time maringaense volta às quadras pela 9° rodada da Superliga

Em uma partida repleta de grandes jogadas e reviravoltas, o Unilife Maringá perdeu para o Fluminense por 3 sets a 2 no tie-break na última terça (19), no Chico Neto, pela Superliga Feminina de Voleibol. A equipe carioca começou vencendo os dois primeiros sets, mas o Unilife virou no terceiro set e empatou no quarto. As adversárias venceram por apenas dois pontos de diferença. Mesmo com a derrota, o Unilife conquistou um ponto na classificação geral da competição e soma 13 pontos no total. Agora, a equipe maringaense se prepara para voltar às quadras nesta sexta (22), contra o Barueri, em casa, às 19h30.

Com uma equipe entrosada e cheia de garra, o Unilife mostrou todo o potencial em quadra. “Foi um bom jogo. As duas equipes são muito equilibradas e só faltou um pouquinho de tranquilidade no final para fecharmos o tie-break. Mas saímos de cabeça erguida, sabendo que trabalhamos firme e vamos em busca do nosso objetivo na Superliga”, destacou o técnico do Unilife, Aldori Gaudêncio Jr.

Para a partida desta sexta, o técnico fala sobre a expectativa para o jogo. “Será um grande jogo. É a nossa última partida deste ano e esperamos contar com os torcedores, que enchem o Chico Neto e impulsionam a nossa equipe em todas as partidas”, comenta. Segundo ele, a equipe está empenhada e se prepara para enfrentar as próximas adversárias. “Seguimos com foco na preparação para o jogo contra o Barueri, em busca da vitória aqui dentro de casa. É um jogo importante e a vitória nos garante uma vaga na Copa do Brasil. Depois, seguiremos nas duas partidas restantes, buscando uma melhor colocação”, conclui.

A ponteira do Unilife, Natália Danielski, que se destacou pela presença em quadra e decidiu diversas jogadas importantes da partida contra o Fluminense, ficou satisfeita com o resultado. “Fico muito feliz por ter entrado na partida e ajudado a equipe. Buscamos a vitória em um jogo em que estávamos perdendo por 2 a 0. Não saímos com a vitória, mas um ponto é muito importante para a nossa classificação”, reforça. “Infelizmente o tie-break é um set muito curto e nessa hora a emoção já está muito à flor da pele, mas 16×14 mostra que foi muito equilibrado. A equipe vem crescendo bastante ao longo da competição e sabemos que podemos entregar ainda mais”, comenta a ponteira.

Natália Danielski agradeceu o apoio da torcida nas disputas. “A torcida tem sido nossa sétima jogadora em quadra, graças a Deus. O público tem comparecido desde a primeira rodada nos jogos em casa e isso é muito importante para nós. Saber que o torcedor está ali aplaudindo e impulsionando o time é um apoio a mais. Faz com que a gente jogue junto com eles e eles joguem junto com a gente”, afirmou ela, que aproveitou para convidar a torcida para o último desafio do Unilife em 2023. “Nesta sexta-feira, acontece o nosso último jogo do ano. Vamos lotar o Chico Neto mais uma vez, porque é muito importante a presença de vocês para conquistarmos mais uma vitória para a nossa equipe”, finaliza.

Os ingressos para a partida já estão à venda e custam R$ 30 a inteira e R$ 15 a meia entrada. Para adquirir, basta baixar o aplicativo do time gratuitamente pela Apple Store e pela Play Store.


Compartilhar