Flanelinha mata comerciante que defendeu mulher assediada no PR

Compartilhar

Foto: Reprodução

O comerciante Marcelo Custódio, de 43 anos, foi assassinado a tiros por um flanelinha na segunda-feira (18), no bairro Parque da Fonte, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo a polícia, o assassinato aconteceu por um alerta que a vítima foi fazer ao atirador, que estava sendo acusado por moradores de importunação sexual. O flanelinha fugiu após atirar contra o comerciante.

Marcelo – Foto: Reprodução / Redes Sociais

O irmão de Marcelo, Marcio Custódio, disse que o comerciante sempre socorria quem precisava de suporte. “Ele não negava favor pra ninguém. Se tivesse ao alcance dele pra socorrer alguém, estava de prontidão a todo momento”, afirmou. Marcio também criticou o fato de o flanelinha andar armado e pedir cesta básica. “Não tem dinheiro para comprar cesta básica, mas tem dinheiro pra ter um 38 na cintura e tirar a vida de um trabalhador. Espero que fique preso, mas como nossa Justiça é falha, ele pode alegar que reagiu em legítima defesa”, disse.

A vítima deixou um filho de dez anos. A família está abalada com a morte de Marcelo, que era uma pessoa de bem e não tinha rixa com ninguém. “É um fim de ano triste. Não desejo isso para ninguém. Foi tentar fazer uma boa ação e infelizmente aconteceu isso […] Minha mãe está muito abalada. Meu pai tem problema cardíaco, tivemos que socorrer duas vezes ele essa noite. É uma situação difícil para família, complicado”, lamentou Marcio.

O velório de Marcelo acontece na Capela Natalina Berti, em São José dos Pinhais. O sepultamento está previsto para às 16h no Cemitério Parque Senhor do Bonfim.

Fonte: Banda B.


Compartilhar