Vereadora de Curitiba é denunciada por embriaguez e desacato após acidente de trânsito

Compartilhar

Foto: Reprodução

A vereadora Maria Leticia (PV), de Curitiba, foi denunciada pelo Ministério Público do Paraná (MPPR) nesta quarta-feira (14) pelos crimes de embriaguez ao volante e desacato. A denúncia se baseia no fato de que a parlamentar se envolveu em um acidente de trânsito no dia 25 de novembro, após sair de um show na capital paranaense, e teria ofendido e desafiado os policiais militares que atenderam a ocorrência.

Segundo o MPPR, Maria Leticia apresentava “visíveis sinais de embriaguez”, como olhos vermelhos, hálito alcoólico, atitude agressiva, arrogante, exaltada, irônica, falante e dispersa, dificuldade no equilíbrio e fala alterada. Ela também se recusou a fazer o teste de bafômetro e a entregar as chaves do seu carro, alegando que era vereadora e que os policiais iriam “se ferrar”. Ela ainda teria chamado os agentes de “covardes”, “lixo”, “assediador” e mandado um deles calar a boca.

A denúncia do MPPR pede que a vereadora seja condenada pelos crimes de embriaguez ao volante, que prevê pena de seis meses a três anos de detenção, e de desacato, que prevê pena de seis meses a dois anos de detenção. A soma das penas pode chegar a cinco anos de detenção.

A vereadora foi presa em flagrante no dia do acidente, mas foi solta sem a necessidade de pagamento de fiança devido à sua “condição financeira”. Ela afirmou, por meio de nota, que está acompanhando o andamento do processo judicial e permanece à disposição das autoridades.

Fonte: Banda B.


Compartilhar