Deputada Maria Victoria destaca início da consulta pública do Hospital da Criança de Maringá

Compartilhar

A deputada estadual Maria Victoria (PP) destacou o início da consulta pública sobre a concessão da gestão do Hospital da Criança pelos próximos 10 anos. “É um passo essencial para colocarmos em funcionamento essa bela estrutura erguida com a união do Ministério da Saúde, Governo do Paraná, Organização Mundial da Família e Prefeitura”, comemorou a deputada.

A deputada Maria Victoria trabalha desde 2017 na viabilização da construção, e do funcionamento, da unidade que terá mais de 20 especialidades pediátrica e capacidade para atender cerca de 3 milhões de pessoas da região.

“Tenho um grande orgulho de ter trabalhado nesse projeto desde 2017. Um dos meus maiores sonhos é ver o Hospital da Criança em pleno funcionamento, garantindo tratamento de qualidade mais perto das casas das famílias da região e exercendo seu papel principal: salvar vidas das nossas crianças”, frisou.

Veja o vídeo a seguir:

O Ministério da Saúde investiu R$ 90 milhões durante a gestão  Ricardo Barros, o Governo do Estado outros R$ 30 milhões na administração Cida Borghetti, a Organização Mundial da Família destinou US$ 10 milhões e a prefeitura de Maringá investiu nas obras de infraestrutura e urbanismo no entorno.

TRANSPARÊNCIA

De acordo com a prefeitura de Maringá, a consulta pública segue até 30 de dezembro. A população pode apresentar sugestões, tirar dúvidas e discutir, ao lado do município, a minuta do edital e do contrato, além de outros documentos.

A Prefeitura também realizará audiência pública para apresentação do projeto de concessão. A audiência será no dia 10 de janeiro, às 19h, na Câmara de Vereadores.

O prefeito Ulisses Maia (PSD) explicou que a consulta e a audiência pública são instrumentos fundamentais para a garantia da participação da comunidade. “O diálogo e a participação popular fazem parte da nossa gestão e queremos envolver toda a comunidade na avaliação do projeto de concessão. O Hospital da Criança é muito importante não apenas para Maringá, mas para toda a região. Com a consulta e a audiência, vamos garantir a abertura o mais breve possível”.

SUS

O projeto de concessão define que, no mínimo, 60% da capacidade do Hospital da Criança sejam destinadas ao atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Os critérios foram estabelecidos pela lei municipal nº 11.720/2023, aprovada pela Câmara de Vereadores.

O Hospital atenderá crianças e adolescentes de 0 a 18 anos, em atividades de média e alta complexidade hospitalar e ambulatorial, com prioridade para a oncologia pediátrica, cardiologia e cirurgias cardiovasculares pediátricas, neurologia e neurocirurgia pediátrica, ortopedia pediátrica, transplantes, doenças raras e outras especialidades A concessionária será responsável pela operação do hospital pelo prazo de 10 anos.

PARTICIPAÇÃO

Durante o período da consulta pública, a população poderá acessar a minuta do edital, minuta do contrato e outros documentos relacionados ao processo no site da Prefeitura.  Nesta etapa, a população poderá enviar os questionamentos ou sugestões por meio do e-mail: [email protected].

Foto: SESA-PR


Compartilhar