Emprestado pelo Maringá FC, Robertinho participa de campanha que levou o Juventude à Série A

Compartilhar

Equipe de Caxias do Sul garantiu o retorno para a elite do futebol brasileiro nesse sábado (25). Embora não tenha sido titular, atacante foi peça importante no elenco do técnico Thiago Carpini.

Por Victor Ramalho

Um atleta com raízes em Maringá fez parte do elenco do Juventude que fez história nesse sábado (25). Com uma virada heroica diante do Ceará, fora de casa, o time de Caxias do Sul terminou a Série B em segundo lugar, garantindo o retorno para a elite do futebol brasileiro em 2024.

No plantel, está o atacante Robertinho, revelado na base do Maringá FC e que fez parte da equipe no Paranaense 2023. Ele foi emprestado ao time gaúcho em abril, após o término do Estadual.

Embora não tenha sido titular, o atleta foi peça importante do elenco do técnico Thiago Carpini, tendo entrado em 10 jogos ao longo da Série B. O contrato de Robertinho com o Juventude vai até a próxima quinta-feira, 30 de novembro e, inicialmente, o jogador retornará para Maringá.

O Juventude renasceu dentro da 2ª Divisão em 2023. Após um início de campeonato instável, inclusive com várias rodadas na zona de rebaixamento para a Série C, a virada de chave veio a partir da 8ª rodada, quando o clube ganhou reforços dentro e fora de campo.

Na área técnica, Pintado deu lugar para Thiago Carpini, técnico sensação do futebol brasileiro após levar o modesto Água Santa, de Diadema, para a final do Campeonato Paulista. Junto de Carpini, chegou também o veterano Nenê, que virou o maestro do meio campo.

Ao todo o Juventude teve 18 vitórias na Série B, 17 delas sob o comando do novo treinador, que fez sua estreia apenas na 9ª rodada da competição.

Foto: Assessoria/Juventude


Compartilhar