Idoso é condenado a mais de 14 anos de prisão por atropelar e matar a ex-esposa

Compartilhar

Um idoso de 73 anos foi condenado a 14 anos e seis meses de prisão por ter atropelado e matado a ex-esposa, de 51 anos. Os crimes incluem homicídio triplamente qualificado (por feminicídio, uso de recurso que dificultou a defesa da vítima e motivo torpe) e estar dirigindo sem habilitação.

O caso aconteceu em Curitiba, no dia 25 de agosto de 2021. A vítima andava na calçada de via pública no bairro Boqueirão, quando foi atropelada pelo ex-marido.

Segundo autoridades, o réu dirigia sem CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e avançou de forma proposital com o carro para atropelar a ex-esposa.

O crime aconteceu quando o casal estava separado. O idoso não aceitava o fim do relacionamento entre os dois e essa teria sido a motivação.

O réu, preso durante a ação penal, seguirá detido para o cumprimento da sentença. Ele também foi condenado a pagar danos morais aos filhos da vítima.

Foto: Reprodução


Compartilhar