Conheça a moradora da região que participa de um estudo para levar wi-fi para a lua

Compartilhar

Natural de Loanda, a jovem de 22 anos é a primeira mulher brasileira a participar de um curso avançado para a formação de astronautas nos Estados Unidos.

Por Redação

É do noroeste do Paraná a primeira mulher brasileira a fazer parte de um curso avançado para a formação de astronautas nos Estados Unidos. Estamos falando da jovem Andressa Ojeda, de 22 anos, estudante de Engenharia Aeroespecial em uma universidade da Flórida.

Nascida em Loanda (a 154 quilômetros de Maringá), ela faz parte de um estudo que tem o objetivo de levar conexão wi-fi para a lua, como relatou em entrevista ao portal G1.

“Essa câmera vai ser enviada para a Lua e vai tirar foto da nave antes dela pousar. Também vai ser a primeira vez que eles vão usar wi-fi na Lua, para enviar dados e essas coisas. Eu estou muito feliz e empolgada de estar fazendo parte desse projeto”, compartilha a jovem.

O sonho de ser astronauta vem da infância. Em 2022, Andressa concedeu entrevista ao Portal da Cidade Loanda, onde contou como deu os primeiros passos rumo a esse objetivo.

“Às vezes a gente pensa que por ter nascido em uma cidade pequena não tem oportunidade. Isso não é verdade e estou aqui para provar que não importa de onde se vem, importa onde você quer chegar e o que está disposto a fazer”, reforça a estudante de Engenharia Espacial na Embry-Riddle Aeronautical University, dos Estados Unidos.

Foto: Arquivo/Pessoal


Compartilhar