Namorada é vítima de tortura com aparelho de choque e arma de airsoft; suspeito é preso no Paraná

Compartilhar

Foto: Divulgação

A Polícia Militar (PM) prendeu neste domingo (27) um jovem de 20 anos que torturou a namorada, de 18 anos, em Guarapuava, na região central do Paraná.

Segundo a PM, a vítima contou que o crime começou na casa do namorado, por volta das 11h.

“Ele trancou ela no quarto e bateu nela, jogando ela na parede e batendo a cabeça dela, o que causou ferimentos na cabeça, na boca e no nariz”, diz o relatório da PM. Em seguida, o agressor levou a vítima para um local isolado no interior da cidade, em direção à localidade Rio das Pedras; lá, ele deu choques e atirou nela com uma arma de airsoft, afirma a PM.

A jovem também disse que foi ameaçada de morte quando quis terminar o relacionamento.

“Nesse momento o autor disse que ia matar ela, quando ela conseguiu fechar a porta do carro em que estavam, escapar e chamar a Polícia Militar”, relata o relatório da PM. O suspeito foi encontrado pela PM horas depois, na própria casa. A PM registrou os crimes de violência doméstica, lesão corporal, tortura e cárcere privado.

De acordo com a Polícia Civil, nesta segunda-feira (28) o rapaz segue preso e a vítima obteve uma medida protetiva para que o suspeito não chegue perto dela.

Até a última atualização desta reportagem, a polícia não informou se apreendeu o aparelho de choque e a arma de airsoft.

A polícia não divulgou a identidade dos jovens. A moça relatou aos policiais que, antes de ir para o local isolado, o jovem comprou uma arma de choque em um comércio.


Compartilhar