Documentário “Paixão Esquecida” estreia dia 30 e traz imagens raras do futebol profissional local

documentário Paixão Esquecida
Compartilhar

O documentário “Paixão esquecida: a história do futebol profissional de Maringá”, média-metragem com roteiro e direção de Miguel Fernando, tem sua estreia marcada para o dia 30 de agosto, às 19h, no Teatro Marista.

A entrada é gratuita e já é possível reservar ingressos preenchendo um formulário (link abaixo).

Com pesquisa assinada pelo jornalista Antonio Roberto De Paula, do Museu Esportivo de Maringá, e Ortílio Carlos Vieira, o Tilinho, o filme traz pela primeira vez à público uma parte do acervo do Maringá Histórica que mostra cenas da trajetória dos times profissionais da cidade e das principais vitórias que se deram no Estádio Regional Willie Davids ao longo de sete décadas, em especial o campeonato de 1977, quando o Grêmio foi campeão estadual. Narrações dos melhores momentos foram resgatadas.

“O resultado é, de longe, o mais emocionante que podíamos apresentar. Vimos o quanto o maringaense é, de fato, aficionado pelo futebol local, ao contrário do que muitos pensam. O filme mostra isso e mais um pouco, por meio de material em vídeo raro e inédito”, revela Fernando.

Foram entrevistadas 30 pessoas, entre ex-jogadores, ex-dirigentes, imprensa da época, membros de torcidas organizadas e pesquisadores, com o objetivo de mostrar as principais conquistas e desafios.

“O rigor histórico foi uma marca do documentário e será, não tenho dúvida disso, uma excelente fonte de consulta para quem quer conhecer essa saga de mais de 80 anos. Este rigor, muito pela relevante participação de Ortílio Carlos Vieira, o Tilinho, um grande conhecedor do futebol profissional, não deixa, contudo, a emoção em plano secundário. Há uma clara preocupação em contar essa história de tantas ocorrências marcantes buscando sempre a realidade e com a emoção na dose certa”, comenta o pesquisador Antonio Roberto De Paula. “Este documentário é o trabalho mais amplo e criterioso já feito sobre o futebol profissional de Maringá porque ele traça uma linha do tempo que tem início nos anos 1940 até hoje”, completa.

Na linha do tempo traçada pelo filme, a história tem início em 1948 com a fundação da Sociedade Esportiva e Recreativa de Maringá (SERM), primeiro time amador da jovem cidade, passando por 1957, quando surgiu o primeiro time profissional local (o Maringá Atletico Clube), chegando aos dias atuais, com o Maringá Futebol Clube e Aruko Sports Brasil.

A construção e reforma dos locais que serviram (e ainda servem) de palco para estes espetáculos esportivos, como a Vila Olímpica, onde está o Willie Davids, e o Brinco da Vila, na Vila Operária, também são temas abordados por meio do olhar de arquitetas entrevistadas.

“Nos últimos anos, nossa equipe vem se especializando na linguagem audiovisual do documentário. Maringá, mesmo tendo menos de 100 anos, tem muita história para contar e estamos resgatando isto em cada projeto. Em pouco mais de 15 dias de produção, entramos literalmente ‘em campo’ para tirar este projeto da prancheta. Agora esperamos que os torcedores do Dogão, Aruko, Grêmio Maringá, enfim, os amantes do futebol, se empolguem e mantenham o amor ao esporte tanto quanto nós durante esta produção”, comentou o coordenador de produção, Felipe Cosmos, da coprodutora Cosmos Filmes.

Serviço:

  • Documentário ‘Paixão Esquecida: a história do futebol profissional de Maringá”
  • Lançamento dia 30 de agosto de 2023
  • Às 19h no Teatro Marista (Av. Itororó, 99)

Reserve seus ingressos preenchendo o formulário neste link.

Confira o trailer a seguir:

Ficha técnica

Produção: Maringá Histórica
Co-produção: Cosmos Filmes
Direção Geral, Roteiro e Apresentação: Miguel Fernando
Coordenador de Produção: Felipe Cosmos
Pesquisa: Miguel Fernando, Antonio Roberto de Paulo e Ortílio Carlos Vieira (Tilinho)
Assistência de Direção: Thayse Fernandes
Direção de Fotografia: Marcel Lomuto
Operação de Câmera: Roman Bulgarão
Imagens aéreas: Thiago Louzada
Trilha Sonora Original e Operador de Som Direto: Stone Ferrari / Pé de Música Produções
Produtor Executivo: Eliton Oliveira
Still: Lírica Aragão
Making Of: Felipe Halison / IDX Pro
Montagem: Juliano Severino
Finalização: Cosmos Filmes
Assessoria de imprensa: 2 Coelhos Comunicação e Cultura
Identidade visual: Naju Campos

Lei Federal de Incentivo à Cultura

Pesquisa: Museu Esportivo de Maringá
Apoio: Boteco do Neco
Patrocínio: Fortgreen, Totalmix, FA Maringá, Dicomp e Masterprint.
Fomento à Cultura: Instituto Cultural Ingá
Co-produção: Cosmos Filmes
Realização: Maringá Histórica, Ministério da Cultura e Governo Federal – Brasil: união e reconstrução.

Foto: Lírica Aragão


Compartilhar