Estilista do Centro Europeu apresenta design de novos fardamentos da PMPR

Compartilhar

Divulgação / Centro Europeu

O Curso de Moda do Centro Europeu, tradicional escola de profissões de Curitiba, apresentou o projeto dos novos fardamentos da Polícia Militar do Paraná (PMPR) em reunião no Quartel do Comando Geral na última semana. O redesign é uma ação voluntária da instituição para reformulação e adequação dos Uniformes de Representação da PMPR.

A apresentação foi feita pela Supervisora do Curso de Moda do Centro Europeu e Diretora de Criação do NovoLouvre, Mariah Salomão Viana, que contextualizou as propostas de fardamento baseadas no contemporâneo, respeitando a vanguarda e a história da corporação.

“Fizemos uma pesquisa ampla. Não podíamos desconsiderar o longo histórico que é muito bonito, que impõe autoridade através do seu traje”, explica Mariah. “É importante rever a modelagem, que está desatualizada, e isso conseguimos fazer com tranquilidade porque não tivemos nenhuma alteração drástica. O que fizemos foi uma atualização e otimização do uso”, afirma a estilista.

O major Edivan Sharles Fragoso destaca que uma nova uniformização das equipes operacionais e táticas – aquelas que atuam em operações especiais – deverão estar nas ruas em breve e a atualização de outros fardamentos propostos pelo Centro Europeu chegam em boa hora para tornar as vestimentas da corporação contemporâneas e funcionais.

“É importante termos esse olhar diferenciado, de alguém de fora da corporação que estudou nossa história, para que a gente possa chegar num uniforme em que a população, que é o nosso público, que estão vendo os policiais nas ruas, vejam alguém que está cada vez mais integrado à sociedade”, comenta o major.

As propostas de atualização de fardamentos apresentadas dizem respeito às peças do 1º, 2º e 3º RUPM, os quais se referem aos uniformes de Grande Gala (1° RUPM), Gala (2° RUPM “A”), Solene (2°RUPM “B”), Representação Formal (3° RUPM “A”), Representação Informal de Verão (3° RUPM “B”), Representação Informal de Inverno (3° RUPM “C1”), Representação Informal de Inverno (3° RUPM “C2”), Gala Cadetes (6° RUPM “A1”), Gala Cadetes (6° RUPM “A2”), Desfile Cadetes (6° RUPM “A3”), Representação Formal Cadetes (6° RUPM “A4”), Representação de Verão Cadetes (6° RUPM “A6”).

O projeto agora passa por uma nova etapa de aprovação e ajustes da Comissão de Fardamento da corporação. A expectativa é que após os ajustes finos, o projeto evolua para a entrega dos primeiros modelos neste semestre.

Mudança além do visual – Além das mudanças visuais, a atualização dos Uniformes de Representação da PMPR também prevê mais conforto e funcionalidade aos policiais militares.

Para a Capitão Jéssica Simeão Carneiro da Silva, da Comunicação Social, a atualização do fardamento, incluindo pela primeira vez designs que respeitam o biotipo das mulheres, atinge o equilíbrio entre a tradição da corporação e a modernidade. “Na farda feminina, o modelo proposto nos diferencia como mulher, com conforto e sem nos dar um destaque além do que o necessário”, comenta.

“Eu sei que é uma roupa que é possível de ser feita. Vamos acrescentar forro, essencial para a alfaiataria, mas com a ideia sempre de economizar com elegância, imponência e funcionalidade. Continuamos com a sarja, com o tricoline, com materiais baratos e fáceis de trabalhar, mas com códigos de vestimenta para cada tipo de evento social”, afirma Mariah.

Também estiveram presentes na reunião o Major Reinaldo Friesen Junior, da Diretoria de Finanças; Carlos Sandrini, presidente do Centro Europeu; e Patricia Sandrini Bassi, diretora de marketing do Centro Europeu.


Upcycling – No contexto histórico, se desfazer de fardamentos antigos e usados sempre foi um problema para as corporações de segurança pública. As peças que caem em desuso acabam incineradas. O Centro Europeu propôs o “upcycling”, que consiste, basicamente, em dar um novo propósito para os materiais que seriam descartados em um projeto de reutilização dos tecidos pela instituição e entidades parceiras.

 

 


Compartilhar