Google se apressa para desenvolver novo mecanismo de busca com IA após ameaça da Samsung

google
Compartilhar

O gigante das buscas Google está em alerta após a Samsung considerar a substituição do Google pelo Bing da Microsoft como mecanismo de busca padrão em seus dispositivos. Essa possível mudança ocorre após o Bing incorporar avanços recentes em tecnologia de inteligência artificial (IA).

A notícia gerou preocupação no Google, uma vez que o contrato com a Samsung representa cerca de US$ 3 bilhões em receita anual, além de um contrato adicional de US$ 20 bilhões com a Apple, que está para ser renovado este ano.

Diante da crescente ameaça representada pelos concorrentes turbinados por IA, como o novo Bing, o Google está se esforçando para construir um mecanismo de busca completamente novo, além de atualizar sua ferramenta atual com recursos de IA. O projeto, chamado Magi, visa oferecer aos usuários uma experiência muito mais personalizada do que o serviço atual, antecipando as necessidades dos usuários.

O projeto Magi está sendo desenvolvido por designers, engenheiros e executivos em salas de sprint, onde ajustam e testam as últimas versões do mecanismo de busca. Lara Levin, porta-voz do Google, declarou que, embora nem todas as ideias de produto ou conceitos de brainstorming levem a um lançamento, a empresa está animada em trazer novas funcionalidades alimentadas por IA para a busca e compartilhará mais detalhes em breve.

O Google se preocupou com a concorrência impulsionada pela IA desde que a OpenAI, uma startup de São Francisco que trabalha com a Microsoft, lançou o ChatGPT em novembro. Desde então, a empresa montou uma força-tarefa em sua divisão de busca para começar a construir produtos de IA. A modernização do mecanismo de busca se tornou uma obsessão no Google, e as mudanças planejadas podem colocar novas tecnologias de IA em telefones e casas em todo o mundo.

Por enquanto, os planos para o novo mecanismo de busca ainda estão em estágios iniciais, e não há um cronograma claro para quando a nova tecnologia de pesquisa será lançada. No entanto, o Google pretende lançar inicialmente os recursos do Magi para um máximo de 1 milhão de pessoas nos EUA, com planos de expandir esse número para 30 milhões até o final do ano.

Imagem: Freepik / Foto criada por @jannoon028


Compartilhar