Polícia investiga crime sexual cometido contra uma diarista de 42 anos entre Maringá e Mandaguaçu

A Delegacia da Mulher de Maringá tenta localizar um homem suspeito de violentar sexualmente uma diarista de 42 anos. O crime chegou ao conhecimento da polícia na tarde de quinta-feira, 2. De acordo com informações repassadas pela própria vítima à Guarda Municipal, a mulher relatou que caminhava pela rua Fernão Dias em direção a Zona 7.

Um homem que estava em uma picape (Saveiro ou Pampa) teria a abordado e oferecido uma carona. O criminoso, no entanto, seguiu até Mandaguaçu onde teria estuprado a vítima. Após o ato, ele ainda deixou a vítima seminua e fugiu levando o celular dela.

Pessoas que a viram perdida próxima a uma estrada rural prestaram socorro a diarista. Uma equipe da Guarda Municipal foi acionada e a encaminhou ao Hospital Universitário. O hospital alertou a polícia que deu início as investigações. Pelo menos por enquanto, não há informações sobre o suspeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.