Agentes da Guarda Municipal salvam bebê de 10 meses que estava engasgado em Maringá

Os agentes da Guarda Municipal de Maringá Sidnei Aparecido de Farias e Jackson Teixeira dos Santos tiveram um turno diferente de trabalho nesta quinta-feira, 21. Há mais de 10 anos trabalhando na segurança pública, eles não imaginavam que naquele dia, até então tranquilo, poderiam salvar uma vida. Durante o patrulhamento de rotina, na Vila Progresso, eles salvaram a vida de um bebê de 10 meses que estava engasgado. O treinamento e preparo dos agentes foi fundamental para a atuação neste caso.

Na Rua Cristal, os agentes foram parados pela mãe e a avó da criança que estavam em outro carro. Elas saíram do veículo com o bebê de 10 meses que estava desacordado e não apresentava sinais de respiração. Os guardas realizaram a chamada manobra de Heimlich na criança, que retornou os sinais vitais. A criança foi encaminhada para o Hospital Universitário de Maringá.

Segundo o agente Sidnei Farias, foi a primeira vez, durante o período de trabalho na Guarda Municipal, que ele atuou em uma operação como essa envolvendo crianças. “Poder fazer a diferença, dar esse apoio para a família até a chegada no hospital, é muito gratificante. Isso tudo só foi possível com os treinamentos. Estávamos no local certo, na hora certa e preparados para poder ajudar.”

O prefeito Ulisses Maia parabenizou o trabalho dos guardas. “Fico feliz por ter contribuído com a transformação da nossa guarda, que hoje é considerada referência para o Brasil e contribui muito para a segurança de Maringá”, disse.

“Nesta quinta, vimos como é fundamental termos agentes preparados e isso só é possível por meio dos investimentos que fazemos em capacitações constantes”, afirmou o secretário municipal de Segurança, Ivan Quartaroli.

No ano passado, todos os agentes realizaram mais de 90 horas de treinamento, incluindo formação com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Apenas neste ano, já foram quase 40 horas de capacitação. “O objetivo é preparar cada vez mais nossa Guarda Civil para atuar em proximidade e para o maringaense”, destacou Quartaroli.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.