Quadrilha fecha acessos de Guarapuava durante tentativa de assalto

Criminosos fecharam as vias da cidade, incendiaram veículos e fizeram reféns durante tentativa de assalto em empresa de transporte de valores em Guarapuava.
Foto: Reprodução

Moradores da cidade de Guaruapava (aproximadamente 300 km de Maringá) viveram momentos de terror nesse domingo de Páscoa. Mais de 30 criminosos fortemente armados tentaram assaltar uma empresa de transporte de valores, em Guarapuava. A ação aconteceu na noite de domingo (17) e continuou até a madrugada de segunda-feira (18).

De acordo com relato de testemunhas, os assaltantes fizeram moradores reféns e fecharam os acessos da cidade, além de incendiar diversos veículos, com a intenção de impedir a locomoção das equipes policiais.

Durante ocorrência, criminosos fecharam as vias da cidade com caminhão incendiado / Foto: Reprodução.

Houve confronto armado e, de acordo com as últimas informações, três pessoas ficaram feridas depois de serem baleadas durante a ocorrência, entre elas dois policiais militares e um morador da cidade.

Os policiais feridos no ataque foram os cabos José Douglas Bonato e Ricieri Chagas. O Cabo Bonato teve fratura na perna, e não corre risco de morte. Já o Cabo Ricieri foi internado e intubado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e apresenta quadro estável, necessitando de doações de sangue.

A terceira vítima, um morador que foi baleado durante a troca de tiros – e cuja identidade não foi divulgada – foi atingido no braço, mas, segundo a prefeitura de Guarapuava, ele passa bem.

Veja um dos vídeos compartilhados por uma testemunha:

A Protege, empresa que foi atacada, informou que os assaltantes não conseguiram acessar o cofre da unidade.

De acordo com a polícia, a quadrilha fugiu na madrugada desta segunda-feira, em direção ao interior do estado do Paraná. Até a publicação desta matéria, as autoridades continuam em busca dos criminosos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.